16-09-2016

Vantagens do plástico biodegradável

Além de auxiliar na prevenção da poluição, entre outros benefícios, o plástico biodegradável pode ser usado como fertilizante, além de limpar o solo contaminado.

plástico biodegradável surgiu na década de 70, porém, apenas a partir do ano 2000 passou a ser conhecido mundialmente. O crescimento demográfico e a maior concentração urbana aumentaram a demanda do uso de embalagens plásticas e, com isso, a necessidade da conscientização ambiental por meio da utilização de produtos sustentáveis, como o plástico biodegradável. Esse material é produzido a partir de fontes renováveis, como amido, celulose, mandioca, dentre outros. Durante a fabricação, sua composição molecular é formada de modo que as ligações carbônicas não sejam tão fortes quanto as do plástico comum.

Degradação biológica

Essa modificação ao nível molecular não interfere na resistência das sacolas, para o uso, que suportam o mesmo peso que as normais, a única diferença é no processo de degradação. Neste caso, essa ação ocorre naturalmente quando em contato com o solo, umidade e sol. Os biopolímeros que formam o plástico biodegradável são reduzidos a moléculas menores, rapidamente utilizadas como fonte de energia para a decomposição microbiana. Os átomos que não forem assimilados pela microbiota, são absorvidos pelo solo, água ou vão para a atmosfera.

O plástico biodegradável deve obrigatoriamente ser totalmente degradado em um prazo máximo de até 18 meses. Se a decomposição do produto não ocorrer neste período, ele não pode ser considerado biodegradável. Porém, é importante salientar que a biodegradação só ocorre de modo ideal em condições adequadas, principalmente em áreas de compostagem. Locais como lixões a céu aberto podem prejudicar a decomposição desse material, levando a anaerobiose que causa a liberação de gás metano para a atmosfera.

Vantagens

As principais vantagens do plástico biodegradável em relação ao plástico comum são as matérias-primas e o tempo de degradação no ambiente. O plástico normal é produzido com resina de petróleo que é uma fonte não renovável e pode levar mais de um século para desaparecer do meio ambiente. As sacolas feitas com plástico biodegradável podem ser reutilizadas e podem ser recicladas assim como as comuns, além disso, após ser decomposta, fornecem nutrientes que são ótimos para a adubação do solo.

Acesse http://www.bioblog.com.br/ e saiba mais sobre biotecnologia e sustentabilidade.

Quer fazer um comentário?