28-12-2016

Utilização de enzimas na produção de cerveja

A utilização de enzimas na produção de cervejas propicia aumento na capacidade de fabricação do produto e diminuição de custos.

Nunca se ouviu falar tanto em produção de cerveja quanto nos últimos anos. Milhares de pessoas adeptas à bebida passaram também a produzi-la. Basicamente, todo o processo de produção de cerveja divide-se em quatro fases principais: brasagem, adega, filtragem e envase. O tempo para uma cerveja ficar pronta varia de um dia a alguns meses, conforme a receita aplicada na produção.

Em relação aos ingredientes, basicamente, integram a lista: malte, lúpulo e fermento (levedura), Cada um deles tem importância única na caracterização do aroma e paladar da cerveja produzida, tudo depende de como o mestre cervejeiro lidará com os ingredientes. Outro detalhe importante é a água que será utilizada, afinal a cerveja é composta principalmente por esse ingrediente, portanto, é necessário que seja de qualidade, pois tem total influência no sabor.

Utilização de enzimas na produção da cerveja

As enzimas também atuam de forma positiva na produção de cerveja, podendo aumentar a capacidade de produção e, consequentemente, reduzir os custos. No processo de fabricação de cerveja, o malte é produzido em mosto, sendo coado antes de ser fermentado. Após a fermentação, a cerveja é filtrada para alcançar cor clara. Determinados componentes da parede celular no malte determinam a viscosidade do mosto. Ao utilizar enzimas para quebrar os componentes do malte, a filtração da cerveja é melhorada. Isso significa que as cervejarias podem obter ciclos de filtração da cerveja mais consistentes.

As enzimas da Novozymes podem aumentar a capacidade e melhorar a linha de produção das cervejarias, obtendo mais cerveja por meio dos filtros, reduzindo os custos de limpeza do filtro e minimizando o tempo de produção.

Uma ampla gama de produtos de controle de atenuação permite que fabricantes de cerveja criem opções altamente tênues de uma forma simples e com custo reduzido. O resultado é uma cerveja com 25 a 30% menos calorias do que uma cerveja considerada atenuada de forma normal, no entanto ambas as cervejas possuem o mesmo teor alcoólico.

A Novozymes concentra no site Bioblog (http://www.bioblog.com.br/) todas as suas soluções para o setor cervejeiro, bem como alimentício, de energia, têxtil e de limpeza. Acesse o Bioblog e conheça mais sobre o poder das enzimas.

Quer fazer um comentário?