24-01-2017

Quem foi Gregor Mendel?

A maior contribuição de Mendel para a biologia foram as Leis de Mendel. Seu estudo sobre genética é utilizado até hoje.

Gregor Mendel nasceu em 1822, em uma pequena propriedade rural, na cidade de Heizendorf (Império Austríaco). A trajetória de Mendel teve início em 1843, quando ingressou em um mosteiro agostiniano como noviço na cidade de Brünn (República Tcheca) e lá ele se fez monge. Em 1847, entrou para a Universidade de Viena e deu continuidade aos estudos, nas áreas de matemática e ciências.

Mais tarde, Mendel voltou a Brünn, cidade em que constituiu morada permanente. Sempre interessado pelos mistérios da ciência, se dedicou aos estudos da meteorologia e também dos fenômenos biológicos de plantas e animais. Assim, surgiu o interesse sobre as características peculiares de cada espécie.

Estudos e conclusões

Gregor dava aulas na Escola Superior da cidade e se dedicava ao estudo genético de espécies de grãos, frutas, insetos e animais. Estudou profundamente as combinações de ervilhas, observando as suas mudanças de aparência. Ele concluiu que características como a cor e a forma de determinado ser, por exemplo, são definidas por unidades combinadas de hereditariedade, os genes.

Por cerca de nove anos, Gregor Mendel fez muitas combinações com ervilhas para entender como funcionava a transmissão de aparência pela descendência. Ele isolou vários tipos puros da planta e estudou basicamente características como cor das flores, das vagens e das sementes, a localização da flor no caule, o formato da vagem, a aparência da semente e a altura atingida pela planta.

Leis de Mendel

Com base nessas observações, ele criou um conjunto de leis de hereditariedade e apresentou à Sociedade de História Natural de Brünn. O trabalho foi publicado em 1866. Gregor Mendel foi um visionário, porém, permaneceu anônimo para a grande massa mundial até meados do século XX, quando um grupo de pesquisadores independente redescobriu as chamadas Leis de Mendel e reconheceu a sua significativa importância para as ciências biológicas.

Em janeiro de 1884 Mendel faleceu em virtude de uma insuficiência dos rins, sem ter o tão sonhado reconhecimento pelo seu esforço e descoberta. Sua obra é a base para os estudos atuais sobre genética. Por isso, ele é considerado uma importante autoridade na biologia e é chamado por muitos de “pai da genética”.

Conheça a Novozymes, multinacional dinamarquesa, referência mundial em biosoluções. Acesse o Bioblog e saiba mais sobre outros assuntos www.bioblog.com.br.

Quer fazer um comentário?