29-07-2016

Principais matrizes energéticas no Brasil

Verdade seja dita, somos cada vez mais dependentes da energia elétrica em nossas residências e no nosso trabalho. Porém, poucas vezes nos questionamos sobre de onde ela vem. É importante saber, portanto, que embora cada país apresente uma estrutura diferente, todos temos matrizes energéticas que consistem em fontes de energia para o desenvolvimento econômico de uma nação. Nesse sentido, vale destacar que o Brasil é um dos mais equilibrados e diversificados no mundo.
 
Hoje, existem inúmeras fontes energéticas que classificamos de renováveis e não renováveis. A primeira engloba aquelas que são tiradas de recursos naturais que não se esgotam com a sua utilização, enquanto que a segunda tem sua produção baseada em recursos que não são repostos pela natureza ou pelo homem, esgotando-se após um determinado tempo de exploração. Sendo assim, entre as principais matrizes energéticas renováveis no Brasil, encontram-se a hidrelétrica,  a eólica, a biomassa e a solar.
 
A energia hidrelétrica é a principal fonte energética brasileira e produz energia pelo movimento das águas dos rios em usinas, construídas em locais que possuam grande volume de água e com desníveis em curso. Além de ser inesgotável, trata-se de uma fonte limpa e não poluente. A Usina de Três Gargantas, localizada no Rio Yang Tsé, na China,  é a maior hidrelétrica do planeta e a segunda maior usina hidrelétrica é a Usina de Itaipu no Brasil que gerou desde sua instalação, mais de 2,3 bilhões de MWh. Já a eólica, apesar de ainda pouco usada no país, gera energia pelo vento. Ainda, a biomassa consiste na produção de energia pela transformação dos gases após decomposição de matéria orgânica, como esterco, madeira, restos de alimentos, etc. Através dessa se produz também o biodiesel e o etanol, combustíveis que são tidos como menos poluentes. E por último, temos a energia solar. Como o próprio nome diz, essa é obtida pela luz do sol na utilização de painéis, que captam a energia e convertem em eletricidade de forma sustentável. Apesar de ser uma excelente fonte, ainda é pouco utilizada pelos seus elevados custos para implantação.
 
Já no grupo das energias não renováveis, citamos o carvão mineral, gás natural, energia nuclear e petróleo. O carvão mineral é a matriz mais abundante e, por esse motivo, a segunda mais consumida em todo o mundo. A formação da rocha se dá pela decomposição de vegetações que estão soterradas há muitos e muitos anos, em subsolos terrestres. Sua extração em jazidas é feita pela mineração, o que acaba acarretando também inúmeros impactos ambientais.  Ainda, o gás natural é uma mistura de gases de hidrocarbonetos que se forma pela decomposição de material orgânico durante milhões de anos. Pouco poluente em comparação com os demais, é muito usado nas residências e em automóveis. Continuando, a energia nuclear se forma na quebra de átomos de urânio ou outros elementos radiotivos, liberando energia. 
 
Atualmente, inúmeros ambientalistas têm sido contra a sua utilização, uma vez que essa desencadeia muitos riscos de acidentes nucleares e, ainda, tem um grande custo para eliminar os resíduos. E por fim, o petróleo é na sua essência composto de hidrocarbonetos e também espécies químicas com oxigênio, nitrogênio e enxofre, e é formado pela decomposição da matéria orgânica formada com o passar dos anos. Matéria-prima de combustíveis veiculares como diesel, gasolina e querosene, além de produtos petroquímicos como o plástico, essa é a principal matriz energética do mundo. Porém, com o esgotamento de suas reservas e a grande quantidade de poluentes liberados por ele, ele precisa ser substituído urgentemente, segundo especialistas na área.
 
Vê-se, portanto que a variedade de fontes de energia renováveis e não renováveis é grande. Cabe ao homem decidir sabiamente com quais pretende continuar obtendo energia para impulsionar o desenvolvimento do planeta nos anos que estão por vir, sempre lembrando que a conservação do meio ambiente é uma questão urgente da qual depende a sobrevivência das futuras gerações.

1 comment

  1. Quero parabenizar esta conceituada empresa pela divulgação de materia sobre a sustentabilidade. Sou graduando de engenharia de Produção pela Faculdades Bagozzi e estou pesquisando sobre a Gestão Ambiental e seus custos para se manter uma Empresa saudavel.
    O Material encontrado neste site tem muita informação que irei utilizar como referência e gostaria de receber outros, caso a Novozynes possa ceder para completar e engrandecer minha pesquisa.
    Carlos Roberto Valim
    10 Periodo de Engenharia da Produção
    Faculdades Bagozzi

    Responder

Quer fazer um comentário?