Sustentabilidade

ODS 8: A relação da automação e os empregos no mundo

Desafio de criar novos postos de trabalho passará por investimentos de governos e organizações, diz consultoria McKinsey. Emprego pleno é um dos objetivos da Agenda 2030, o ODS 8

Mais de um quinto da força de trabalho no mundo pode ficar sem emprego devido às mudanças trazidas pela automação e pela inteligência artificial, aponta um novo relatório da consultoria empresarial americana McKinsey.

Segundo o estudo, que se debruçou sobre 46 países, entre 400 e 800 milhões de trabalhadores podem perder seus postos para robôs e programas de computador.

De acordo com o relatório, tanto economias emergentes quanto países desenvolvidos serão afetados. Dentre as ocupações mais impactadas estarão as de operadores de máquinas, trabalhadores de fast-food e funções de back office em empresas.

A McKinsey aponta que os trabalhos com menos riscos de desaparecer são aqueles que envolvem criatividade, expertise e interação com pessoas – caso de cuidadores de idosos e crianças, por exemplo. Para a consultoria, outras ocupações também passarão por mudanças profundas nos próximos anos.

Novos empregos

Por outro lado, a tecnologia também deverá criar novos postos de trabalho, sugere o relatório. Pelos cálculos do estudo, até 9% dos novos empregos em 2030 serão em funções que não existiam antes. Estes novos postos devem se concentrar em indústrias como a da saúde, tecnologia, infraestrutura e energia.

Na avaliação da consultoria, haverá trabalho suficiente para manter o pleno emprego, mas a transição será desafiadora. Segundo a McKinsey, serão necessários investimentos específicos de governos, organizações e indivíduos para transformar o mercado com o objetivo de preservar e criar novos postos de trabalho.

A pesquisa está disponível no site da organização, aqui.

Emprego pleno é uma das metas globais

“Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos” é um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030.

O conjunto de medidas foi aprovado na Cúpula de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro de 2015.

A agenda aponta que serão necessários 470 milhões de novos empregos para a entrada de novas pessoas no mercado de trabalho até 2030. Para a Agenda 2030, a pobreza só pode ser erradicada por meio de empregos bem pagos e estáveis.

Atualmente, cerca de 2,2 bilhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza no mundo. Só entre 2007 e 2012, o desemprego global aumentou de 170 milhões para 202 milhões.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *