13-03-2017

O que é um Biodigestor?

A ideia é aproveitar os dejetos orgânicos de forma simples e prática com o intuito de melhorar o meio ambiente.

O Biodigestor é uma alternativa simples e prática que serve para aproveitar os dejetos orgânicos que normalmente são descartados de diversas formas no meio ambiente. Trata-se de uma câmara hermética onde são acumulados resíduos vegetais e excrementos de animais que, por meio de um processo natural de bactérias presentes nesses dejetos, são decompostos e transformados em biogás e em fertilizante, contribuindo para a economia familiar ao baixar os custos de produção e melhorando o meio ambiente.

Biocombustível

O processo biológico que ocorre dentro de um biodigestor se chama fermentação anaeróbia e consiste na decomposição dos dejetos orgânicos (excrementos de animais como o porco e a vaca, dejetos vegetais não cítricos, etc.) por meio de bactérias que trabalham na ausência de oxigênio. Para isso, iguais quantidades de dejetos e água são misturadas e introduzidas dentro do digestor para dar início ao processo de decomposição.

Ao final desse processo é produzido um gás rico em metano, mais conhecido como biogás e utilizado como combustível, além do resíduo rico em nitrogênio, fósforo e potássio, que serve como fertilizante orgânico (o tratamento anaeróbio aos dejetos elimina o seu forte odor).

Uma das características mais importantes da biodigestão é a diminuição potencial de contaminação causada pelos excrementos animais e humanos, diminuindo a chamada Demanda Química de Oxigênio (DQO) e a Demanda Biológica de Oxigênio (DBO) em até 90%.

Alternativa energética

O sistema Hindu foi desenvolvido na Índia depois da Segunda Guerra Mundial nos anos 50 pela necessidade que os camponeses tinham de usar combustível para seus tratores e calefação para suas casas em épocas de inverno. Como a Índia é pobre em combustíveis fósseis, foi criado então o biodigestor, que trabalhava a pressão constante e de fácil operação para produzir o biogás.

O biodigestor Chinês foi uma adaptação da tecnologia Hindu às necessidades próprias dos chineses, já que o problema no país não era energético e sim sanitário. Dejetos humanos foram usados para se obter adubo orgânico. Neste caso, o biodigestor funcionava com pressão variável.

Existem diferentes tipos e outras gerações de biodigestores e variam de acordo com o tipo de dejeto que será tratado, condições do terreno em que foi recolhido, etc. Sua estrutura é composta basicamente por:

  • Câmara de fermentação: onde se armazena a biomassa durante o processo de decomposição;
  • Câmara de armazenagem de gás: onde o gás se acumula antes de ser extraído;
  • Tanque de carga: a entrada onde se coloca a biomassa;
  • Tanque de descarga: serve para retirar os resíduos que já não são úteis para o biogás, mas que servem como adubo;
  • Agitador: desprende os resíduos que estão no fundo até em cima do biodigestor para aproveitar toda a biomassa;
  • Tubulação de gás: a saída do biogás. Pode ser conectada diretamente a uma estufa e pode ser transportada ao seu lugar de aproveitamento.

Usos do biogás e fertilizante

O biogás, energia renovável e sustentável, é utilizado diretamente como sai do digestor e pode servir para cozinhar, substituir a eletricidade, a lenha ou o gás propano, reduzindo a pressão sobre os recursos florestais e impedindo a contaminação de mananciais e aquíferos.

O fertilizante, além dos nutrientes, ajuda a melhorar o pH do solo, melhorar a drenagem em solos argilosos e evitar perdas por erosão em solos arenosos porque aumenta a aderência das partículas.

Devido à crescente importância do uso sustentável dos recursos naturais nos sistemas agrícolas, hoje se aprecia o papel dos biodigestores por sua aplicação potencial para a reciclagem de nutrientes e a contribuição para a redução da dependência de fertilizante sintéticos.

Soluções em bioenergia

A Novozymes é uma empresa que utiliza tecnologia de ponta em suas soluções de bioenergia. Entre elas se destacam o etanol, baseado em celulose e amido, biodiesel e biogás.

Acesse já o Bioblog http://www.bioblog.com.br/ e saiba mais

1 comment

  1. Deveria existir alguém em cada município encarregado de informar a todos os criadores de bois, para conhecer e utilizar esse sistema de produção de gás, que não polui e proporciona economia.

    Responder

Quer fazer um comentário?