29-07-2016

O que é sustentabilidade?

 
Sustentabilidade é a capacidade que um elemento possui de resistir e se manter ativo no decorrer do tempo. A base do pensamento sustentável é o desenvolvimento de elementos que supram as necessidades do momento presente de maneira que não comprometa negativamente gerações futuras. Em suma, sustentabilidade é o equilíbrio entre os aspectos econômico, social e ambiental.
 
Após as crises energéticas do petróleo nos anos 70, o termo foi trazido à tona no relatório socioeconômico da ONU em 1987, pela primeira-ministra da Noruega Gro Harlem Brutland. O objetivo do desenvolvimento sustentável era e continua sendo definir projetos viáveis e reconciliar os aspectos econômico, social e ambiental das atividades humanas. Estes são os três pilares essenciais para que a capacidade de resistir seja mesmo possível: a atividade proposta deve ser financeiramente possível e rentável, deve ser baseada em atingir objetivos comuns e deve ser compatível com a preservação da biodiversidade e dos ecossistemas, evitando sua degradação.
 
O meio industrial, com seu crescimento desenfreado a partir da segunda metade do século XIX, foi responsável por inúmeros casos de contaminação do meio ambiente. Hoje, é uma realidade que o respeito ao meio ambiente, a política social e a transparência de informações sejam aspectos a serem considerados por qualquer empresa que valorize a sustentabilidade e seu posicionamento diante do mercado.

O que a indústria e o comércio devem levar em conta quando o assunto é desenvolvimento sustentável?

As estratégias das empresas devem corresponder aos princípios de desenvolvimento sustentável de maneira que se propicie o compromisso com a qualidade, criando valor econômico, social e ambiental (a curto e a longo prazo). Potencializar o aproveitamento dos recursos destinados à fabricação de seus produtos e à prestação de seus serviços, também é uma prática sustentável que promove o bem-estar das gerações presentes e futuras em todos os contextos. Grande parte das indústrias buscam por alternativas, fontes de energias renováveis, tecnologia e inovação com baixa produção de carbono na luta contra as mudanças climáticas e outras graves consequências da degradação ambiental. O que caracteriza uma empresa preocupada com a sustentabilidade é a chamada "gestão de risco ambiental", ou seja, o ato de assumir uma responsabilidade social nas operações comerciais e na relação com os consumidores.
 
Pensar na sustentabilidade contribui, portanto, para criar um contexto em que a obtenção de lucros esteja condicionada à preservação dos recursos naturais, pensando-se sempre nas futuras gerações e na manutenção de um mundo saudável ambientalmente, socialmente e economicamente.

Quer fazer um comentário?