Sustentabilidade

O que é Biomimética?

A solução para muitos problemas e a descoberta de novos processos inovadores foram encontrados em um lugar mais próximo do imaginamos, na natureza por meio da biomimética.

É impressionante como todas as reações químicas e biológicas que norteiam o desenvolvimento da natureza e dos seres vivos ocorrem de maneira minuciosamente precisa, onde nada se perde e tudo possui um propósito. Não somente isso, a natureza também possui uma forma única de arquitetar o formato das árvores, folhas e como cada criatura deve crescer para obter o melhor desenvolvimento. É tendo em vista esses incríveis fatos que se baseia a criação de novas tecnologias pela biomimética.

Biomimética se define como a área que estuda as estratégias e processos realizados pela natureza e como eles podem ser utilizados como fonte de inspiração para criar soluções de problemas humanos, principalmente os que envolvem sustentabilidade, arquitetura e inovação.  A partir de observações feitas por estudiosos e pesquisadores, foi possível a criação de vários modelos biomiméticos importantes para a sociedade hoje. Um exemplo clássico de um produto feito pela biomimética é o Velcro.

Em 1941, o engenheiro Georges de Mestral passeava com seu cão por uma floresta, e perceber que semente ficavam presas a suas roupas e ao pelo de seu cachorro. Ao analisar a semente em um microscópio, Georges percebeu que elas eram cheias de pequenos ganchos que se fixavam em fibras rapidamente e a partir dessa observação, conseguiu desenvolver um tecido com ganchos similares para aplicação em roupas e na indústria.

Atualmente são várias as aplicações onde a biomimética faz toda a diferença. Hoje, pequenos robôs com aplicabilidade em nanotecnologia têm sua funcionalidade baseada na locomoção de insetos. As pontas de trens-bala são fabricadas com uma arquitetura baseada nos bicos de pássaros, para que a aerodinâmica da velocidade consuma menos energia e combustível. Roupas de mergulho e natação estão sendo feitas com base da composição de pele de peixes, para melhorar a velocidade e o atrito entre roupa e água.

Essas inovações fazem parte de um futuro dentro da biotecnologia que se baseia nos principais ensinamentos que podemos tirar do ambiente que nos rodeia. Porém, tendo isso em mente, é importante não apenas “copiar” a natureza, mas compreender o seu funcionamento de forma constante, que é sempre feito de forma sustentável. A biomimética faz parte também de uma nova forma de ver nosso ecossistema com o intuito de preservá-lo, para ser possível encontrar tudo que nosso planeta ainda tem a oferecer na forma de novas espécies e novos processos para a sobrevivência nos mais diversos ambientes. Com essa gigantesca gama de possibilidades, pode ser que a grande solução dos problemas do mundo esteja, de fato, na biologia.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *