12-05-2017

Novozymes e DSM: uma aliança de sucesso

Aliança entre as empresas tem mais de 20 anos. Uma história de sucesso no fornecimento e distribuição de enzimas voltadas para alimentação animal

           Há mais de 20 anos, a Novozymes e a DSM investem esforços para oferecer soluções que melhorem a conversão alimentar animal e proporcionem uma alimentação animal balanceada. Isso é feito a partir do uso de enzimas na produção desses alimentos, oportunizando uma alimentação voltada para reduzir o uso de antibióticos, bem como reduzir o uso de fósforo e, assim, gerar menor impacto de dejetos poluentes em solos, rios e lagos. Além disso, o processo produtivo favorece uma maior economia, com menor uso de ração e com a substituição de soja, gordura e trigo por cevada, por exemplo.

Em 2016, a aliança entre as empresas proporcionou aos seus clientes a redução da pegada de carbono em 3,1 m toneladas de CO2 Eq, o que é equivalente a 80.123.632 árvores cultivadas em 10 anos, ou a troca de 1909.512.609 lâmpadas incandescentes por LED, e ainda ao uso de 1.288.990 automóveis durante um ano, e, por isso, durante o Fórum de Enzimas, os clientes das empresas receberam um reconhecimento especial por suas ações sustentáveis durante o ano.

Para apresentar todos esses resultados, a Novozymes e a DSM reuniram, em Curitiba, no Paraná, nos dias 26 e 27 de abril de 2017, cerca de 70 pessoas, entre clientes, consultores, professores e pesquisadores, vindos de países como Chile, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Brasil para a sexta edição do Fórum de Enzimas.

Reconhecidas como empresas orientadas para a sustentabilidade, elas estão unidas no desenvolvimento de soluções que contribuam para uma mudança drástica da realidade produtiva, como os riscos de redução dos rendimentos na agricultura, a perda de nutrientes dos solos, os impactos nas mudanças climáticas, como o aumento dos níveis do mar, emissão de gases de efeito estufa, causados pelas pessoas, aliados à expectativa de aumento da população mundial para 10 bilhões de seres humanos até 2050.

Neste cenário, as empresas se empenham para auxiliar nas diretrizes da FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, que apresenta propostas para a mudança dessa realidade, como a redução da alteração do uso da terra de cultivo de alimentos para animais, melhorar a eficiência da produção agrícola, bem como da produção e fornecimento de energia, reduzir o uso de sistemas de manejo de dejetos líquidos descobertos, melhorar a conversão alimentar de cada animal e proporcionar uma alimentação animal balanceada.

A aliança Novozymes e DSM é um acordo exclusivo e global. Nos termos do acordo, a Novozymes desenvolve e produz enzimas para alimentação animal enquanto a DSM comercializa e vende as enzimas. A parceria abrange princípios especiais, como estrutura de governança, fornecimento e distribuição de produtos, direitos de propriedade intelectual, participação nos lucros, entre outros.

 

Quer fazer um comentário?