31-10-2016

DNA: características e funções

Um universo de curiosidades ronda o tema DNA. Primeiramente, é preciso entender que os termos célula, gene, DNA e enzima são interligados. Todos os organismos vivos contêm genes, os genes são feitos de DNA. São os genes que controlam a estrutura e as funções metabólicas das células. As características de um ser humano, por exemplo, baseiam-se na expressão de aproximadamente 80 mil genes diferentes. A composição única do material genético é baseada na herança vinda dos pais, independentemente da espécie. Esses genes herdados dos pais contêm todas as instruções biológicas para a construção de um ser humano.

Quase todas as células do corpo têm o seu próprio conjunto de instruções. Composto por moléculas de DNA. Elas são compostas de ácido desoxirribonucleico, que é a substância química mais conhecida como DNA. Existe uma grande quantidade de DNA em cada célula. Para se ter ideia, se o DNA de uma célula fosse desenrolado, ele teria extensão de quase dois metros de comprimento. É o DNA que armazena a informação necessária para criar um organismo e a cópia dele é um processo contínuo ao longo da vida. De forma resumida, o DNA é o responsável por transmitir as características genéticas (cor dos olhos, cabelo, pele, fisionomia, etc.) entre os seres vivos. Cada vez que uma célula necessita ser substituída, uma nova é formada e replicada a partir do DNA existente.

Importância das enzimas

As enzimas são proteínas e produzem-se no interior das células. Ao longo do processo de replicação do DNA diversas enzimas estão envolvidas, pois cada enzima é uma catalisadora biológica de determinada reação. Embora as enzimas sejam formadas naturalmente nos seres humanos, é possível produzir enzimas industriais a partir de micro-organismos. A estrutura e as propriedades das enzimas são determinadas pelas instruções genéticas codificadas no DNA encontrado nos cromossomos da célula, por isso a importância de entender minuciosamente sobre DNA.

A Novozymes, multinacional dinamarquesa, é referência mundial na produção de enzimas. A empresa trabalha incessantemente na busca pelo código genético exato de cada enzima, tendo disponível a maior caixa de ferramentas do mundo com tecnologias de rastreamento baseados em biotecnologia. Uma vez que o código genético é isolado, os cientistas conseguem melhorar a enzima de maneiras distintas, conforme a função desejada. As enzimas da Novozymes têm se mostrado como uma alternativa excelente para substituir tradicionais produtos químicos que causam danos ao meio ambiente, e tem conseguido aprimorar diversos processos industriais, tendo sido utilizadas em diversos setores – têxtil, biocombustíveis, alimentação, etc.  Quer conhecer mais sobre este universo de DNA, enzimas e sustentabilidade? Acesse http://www.bioblog.com.br/.

Quer fazer um comentário?