18-09-2017

Bioenergia e as oportunidades na indústria de etanol de milho serão discutidas no TECO Brasil

Primeira edição do TECO, maior encontro de bioetanol da Argentina, acontece agora em Cuiabá, no Mato Grosso,  para promover a discussão sobre bioenergia e o mercado do etanol de milho

A cidade de Cuiabá, no Mato Grosso, será sede, nos próximos dias 19 e 20 de setembro, do TECO Brasil (Taller de Etanol Combustible) que debaterá as oportunidades na indústria de etanol de milho e trará um olhar crítico para o panorama da bioenergia no país. O evento, que acontece no Gran Odara Hotel, abordará diversos temas em seis painéis com a participação de autoridades governamentais, formadores de opinião do segmento e especialistas de diversas empresas e entidades nacionais e internacionais.

No primeiro dia, às 9h, na abertura do encontro, Carlos Fávaro, vice-Governador do Estado do Mato Grosso, falará sobre as “Iniciativas do governo para fomento a indústria de biocombustíveis” e Thomas Schroder, vice-presidente da Novozymes A/S, comenta sobre a “relevância do etanol no século 21”.

Na continuidade, o presidente regional da Novozymes Latin America, Emerson Vasconcelos, será o mediador do painel “A contribuição do milho para o aumento da oferta de etanol no Brasil”, com a participação de Miguel Ivan Lacerda, diretor de biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, André Rocha, presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, Ricardo TTomczy, presidente da União Nacional do Etanol de Milho.

A partir das 11h15, William Yassumoto, Head Comercial da Novozymes Latin America, comanda os debates com a participação de Glauber Silveira, vice-presidente da Abramilho, Endrigo Dalcin, presidente da Aprosoja Mato Grosso e Henrique Ubrig, presidente da FS Bionergia.

Na parte da tarde, das 14h30 às 18h, o tema será as “Oportunidades na indústria de etanol”, com a participação de Issam Stouky, international regional Manager ICM Inc., Paulo Ozaki, gerente de projetos da IMEA/MT, Artur Milanez, gerente de biocombustíveis do BNDES, Amance Boutin, editor de biocombustíveis América Latina da Argus Media, Bernardo Silva, presidente da Associação Brasileira de Biotecnologia Industrial (ABBI) e  e Daniel Cardinali, Head de desenvolvimento de negócios da Novozymes Latin America.

Abrindo o segundo dia, a “Oportunidades de integração de processos, melhoria de performance e gerenciamento de dados” será debatida por John Kwik, presidente da Fluidquip Process Technology, Laurie Duval, diretora de serviços técnicos da Novozymes USA, Sidney Leal, diretor da SL Process Soluções Industriais, Rogério Prata, gerente sênior de serviços técnicos da Novozymes USA, Gustavo Guedes, gerente América Latina da Philbro Ethanol Performance e Laurie Duval, diretora de serviços técnicos da Novozymes USA, Alexandre Godoy, diretor de engenharia e novas tecnologias da Fermentec, Marcus Zanardo, especialista técnico da indústria da Novozymes Latin America.

Vital Nogueira, gerente industrial da Usimat, Victor Pomarico Uchoa, gerente de desenvolvimento de Negócios da Novozymes Latin America, Lázaro Ademilson Galli, diretor da LAZco Softhouse & Consultoria e Leonardo Buranello, da TGM Turbinas, Steen Hedetoft, gerente de vendas da VetterTec Inc, fecham o evento apresentando cases e aplicações práticas.

Quer fazer um comentário?