Alimentos e Bebidas

Alimentos industrializados podem ser saudáveis? O chocolate nos prova que sim

O chocolate é bastante saudável e tem ingredientes que fazem muito bem para a saúde, entre eles, as substâncias flavorizantes, mas também proteínas, cálcio, ferro, fósforo, vitaminas

Há muita discussão no país hoje sobre alimentos industrializados e gorduras utilizadas para fazer esses alimentos. Isso causa muita confusão, por isso, vamos começar uma série de matérias para desfazer alguns mitos. O primeiro é: chocolate faz bem ou mal para a saúde? Com açúcar, gordura e leite, ele é saudável?

A resposta é: sim. O chocolate é bastante saudável e tem ingredientes que fazem muito bem para a saúde, entre eles, as substâncias flavorizantes, mas também proteínas, cálcio, ferro, fósforo, vitaminas (A, E, B1, B2, B3, B6, B12 e C) e magnésio. Não é à toa: cada pedacinho dessa preciosidade faz muita gente até ficar mais calmo no dia a dia.

Considerado um alimento funcional quando consumido com moderação ele pode ser um importante aliado de um estilo de vida saudável.  “Os valores nutritivos do chocolate se devem principalmente ao cacau, grande fornecedor de compostos bioativos como flavonóides e polifenóis, antioxidantes naturais que têm a propriedade de intensificar a função endotelial por meio da ativação do sistema de síntese do óxido nítrico e da diminuição de coágulos nos vasos sanguíneos. O que auxilia, até mesmo, na prevenção de doenças do coração”, explica a nutricionista funcional Flávia Ferreira Sguario.

Ela diz ainda que o consumo é considerado moderado na quantidade de até 40 gramas por dia. Uma boa notícia para quem ama a iguaria. Ela ressalta que o importante é buscar opções que tenham mais de 55% de cacau em sua composição, como os amargos, pois eles ajudam a controlar os radicais livres do nosso organismo e mantê-lo saudável.

Além de todos esses benefícios, Flavia Sguario também conta que que o chocolate ajuda a manter a disposição e o bom-humor. “Ele contribui para a ampliação da produção de hormônios, como a endorfina e a serotonina. Essa mistura mágica de gordura, açúcar, aroma e textura, faz com que a maioria das pessoas não resista aos encantos e sabores do chocolate. Para intensificar este processo, o chocolate favorece a produção de hormônios que estão diretamente ligados ao bem-estar. Por estes motivos, tornou-se um alimento tão difundido e apreciado. A deficiência de magnésio, por exemplo, afeta a produção de dopamina, neurotransmissor relacionado à alegria e satisfação. A cada 100 gramas de chocolate consumidas, nosso organismo consegue absorver 100 miligramas de magnésio, quantidade suficiente para melhorar consideravelmente o humor das pessoas”, conclui.

Para a nutricionista o importante é sempre consumir com moderação. Algumas gramas de felicidade por dia são perfeitamente permitidas e ainda ajudam a ter um estilo mais saudável.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *