14-11-2016

A utilização de enzimas nas questões de saúde do consumidor

Não é de hoje que alguns produtos químicos utilizados pela indústria alimentícia têm sido questionados por órgãos ligados à saúde. Um dos exemplos é a azodicarbonamida, a qual está presente em pães. Somente cinco países no mundo ainda não proibiram o uso desse composto, entre eles está o Brasil. A proibição nos países se deve ao fato da azodicarbonamida ser potencialmente prejudicial à saúde. Inclusive, um estudo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1999, aponta que o composto pode gerar problemas respiratórios, como a asma, além de irritações na pele. No Brasil, é legalmente autorizado utilizar 0,004 g de azodicarbonamida por 100 g de farinha.

Assim como no exemplo acima, existem diversas outras situações em que produtos químicos presentes nos alimentos, quando ingeridos a longo prazo, podem causar uma série de problemas de saúde. E qual a solução? Utilizar enzimas, as quais são obtidas a partir de micro-organismos e possuem o mesmo efeito dos produtos químicos, com o diferencial de não impactar negativamente na saúde. Além do mais, elas costumam otimizar processos e gerar redução de custos para as indústrias.

A Novozymes, multinacional que atua na área de biosoluções, dispõe de uma série de alternativas em enzimas para o setor alimentício – panificação, cerveja, queijo, sucos, laticínios, vinho, etc. Na panificação, por exemplo, a empresa dispõe de soluções que auxiliam na redução de ingredientes, como para substituição parcial da farinha de trigo, assim como pode substituir componentes químicos como os emulsionantes, que servem para aumentar a consistência da massa.

Outro exemplo da eficácia das enzimas da Novozymes é durante o processamento de legumes e frutas para uso em iogurtes, coberturas e recheios, quando até 50% da matéria-prima é danificada. As enzimas podem ajudar a proteger frutas e legumes durante esse processo. A empresa trabalha focada para apoiar as indústrias através da criação de enzimas inovadoras e de baixo custo, podendo ser personalizadas para cada necessidade, visando aumentar a qualidade dos produtos alimentícios e otimizar custos. Acessando o site Bioblog ( http://www.bioblog.com.br/) é possível acompanhar a ampla atuação da Novozymes para promover a maximização de alimentos no mundo e a redução de impactos ambientais.

Quer fazer um comentário?