24-10-2016

A história da indústria de enzimas

Os processos de fermentação para fabricação de cerveja, fermento e para produzir álcool têm sido usados desde tempos imemoriais. Uma das primeiras referências escritas sobre enzimas pode ser encontrada em poemas épicos que datam de cerca de 800 a.C., neles é mencionado sobre o uso de enzimas para a produção de queijo. Modernamente, foi em 1833 que as enzimas ganharam reconhecimento mundial, quando o periódico Annales de Chimie et de Physique publicou que os químicos franceses Anselme Payen e Jean-François Persoz conseguiram isolar uma substância de um extrato de malte, a qual tinha o poder de catalisar a transformação do amido em glicose. Essa substância foi batizada de “diastase” (que em grego quer dizer “separar”), afinal conseguia separar os blocos de amido em partes individuais de glicose. A partir disso, o sufixo “ase” de “diastase” começou a ser utilizado para designar as enzimas.

Ao longo da história, diversas questões foram levantadas a respeito da utilização de enzimas. Um dos exemplos foi em 1969, quando a revista médica britânica The Lancet publicou um artigo questionando a segurança das enzimas nos detergentes, ganhando enorme atenção da mídia nos Estados Unidos. O ataque da mídia a respeito das enzimas para detergentes tomou a Europa, ocasionando queda nas vendas. Porém, em 1971 as autoridades de saúde dos Estados Unidos determinaram que as enzimas de detergentes são, de fato, seguras para uso. A partir daí, as críticas diminuíram e a aplicação de enzimas permanece em ascensão em diversos setores da indústria.

Novozymes: líder mundial em produção de enzimas

Criada pelos irmãos Harald e Thorvald Pedersen, que em 1925 deram origem à Novo Terapeutisk Laboratorium, atualmente a Novozymes. A utilização de enzimas em detergentes, que ainda hoje é a maior aplicação industrial da Novozymes, começou no início dos anos 1940. Foi durante os anos de 1960 que a Novo construiu e inaugurou uma fábrica em Kalundborg, na Dinamarca. Nesse período, várias soluções foram lançadas e aprimoradas voltadas para detergentes e outras aplicações industriais. A empresa desenvolveu uma protease capaz de atuar com baixo pH alcalino, um verdadeiro avanço para enzimas voltadas aos detergentes. No decorrer das décadas seguintes a Novozymes, líder mundial em biosoluções, ganhou espaço nos mais diversos setores da indústria, produzindo enzimas para a indústria têxtil, de papel e celulose, setor de biocombustíveis, produtos biológicos para o mercado agrícola, etc. No site http://www.bioblog.com.br/ é possível acompanhar toda a atuação da Novozymes na área de enzimas e sustentabilidade.

2 comments

  1. A massa fica mais forte ou fraca.

    Responder
  2. Qual e a finalidade de colocar amido na massa de waffer.

    Responder

Quer fazer um comentário?