29-09-2016

Urbanismo e sustentabilidade

Nunca se ouviu falar tanto na palavra sustentabilidade quanto ao longo da última década. Esse termo diz respeito às ações e movimentos das pessoas em prol de resolver as necessidades dos seres humanos, mas sempre levando em consideração o que será deixado para as próximas gerações, para não colocar em risco o futuro. Ou seja, sustentabilidade é promover o desenvolvimento econômico sem prejudicar o meio ambiente, fazendo uso inteligente dos recursos naturais.

Para promover integralmente a sustentabilidade é preciso aliá-la com o termo urbanismo. Urbanismo corresponde à prática de organizar as cidades com o intuito de gerar segurança e conforto no espaço urbano, envolvendo ações econômicas, políticas e sociais. Inclusive, hoje em dia muito se fala em urbanismo sustentável, uma vertente do tradicional conceito de urbanismo, que utiliza princípios e ferramentas sustentáveis para controlar a construção e desenvolvimento das cidades. Inicialmente, esse conceito foi chamado de “Novo Urbanismo”, criado nos Estados Unidos na década de 80, para estimular o bom relacionamento entre o homem e a cidade, gerar crescimento urbano ordenado e minimizar impactos sociais, econômicos e ambientais.

Biocombustíveis e sustentabilidade

Devido ao aumento do fluxo de veículos nas cidades do país, algo que tem ganhado cada vez mais espaço nas discussões ambientais é a questão da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera e as possíveis soluções para minimizar esse problema. A alternativa mais viável tem sido os biocombustíveis, eficazes para diminuir a poluição nas cidades e, ao mesmo tempo, reduzir a dependência do Brasil na importação de combustíveis fósseis, como o petróleo. Tudo isso porque os biocombustíveis possuem origem em matérias-primas biológicas renováveis. Para gerar biocombustíveis é necessária a utilização da biomassa (madeira, resíduos agrícolas, resíduos pecuários, resíduos florestais, etc.) ou de seus derivados, sendo possível produzir uma gama de opções: etanol, biodiesel, biogás, óleo vegetal, etc.

Soluções para auxiliar no urbanismo sustentável

Tendo como essência de suas ações a preocupação com o meio ambiente, a Novozymes, líder mundial em biosoluções, tem contribuído com ferramentas que estimulam a parceria entre urbanismo e sustentabilidade, dispondo de produtos que reduzem o uso de matérias-primas, minimizam as emissões de carbono e ajudam a construir uma economia mais verde, como as enzimas industriais para a produção de biocombustíveis. A Novozymes visa promover a sustentabilidade em tudo o que faz, integrando esse conceito em todas as suas práticas institucionais.

Quer fazer um comentário?