11-08-2017

UNESCO lança publicação gratuita sobre objetivos globais da ONU

Um guia para ser utilizado por profissionais de educação. A publicação apresenta métodos de implementação dos ODS em diferentes níveis, desde a formulação de cursos até estratégias nacionais.

            Com o tema “Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Objetivos de Aprendizagem” a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) lançou um guia sobre os ODS que pode ser usado pelos profissionais de educação, pois apresenta métodos de implementação dos objetivos em diferentes níveis, desde a formulação de cursos até estratégias nacionais.

O guia pode ser baixado gratuitamente clicando aqui e também é possível solicitar cópias impressas pelos email: grupoeditorial@unesco.org.br

Outra novidade é que a entidade, em parceria com o governo brasileiro, lançam também 8 vídeos explicando o que são nove dos 17 ODS. Em cada um dos vídeos, a explicação é apresentada por crianças. A ideia é aumentar a conscientização da comunidade escolar sobre a importância da Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

No centro da Agenda 2030 estão os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os ODS universais, transformadores e inclusivos descrevem os principais desafios de desenvolvimento para a humanidade. O propósito dos 17 ODS é garantir uma vida sustentável, pacífica, próspera e equitativa na Terra para todos, agora e no futuro. Os objetivos abrangem desafios globais que são fundamentais para a sobrevivência da humanidade. Eles estabelecem limites ambientais e definem restrições cruciais para a utilização dos recursos naturais.

Os objetivos reconhecem que a erradicação da pobreza deve caminhar de mãos dadas com estratégias que constroem o desenvolvimento econômico. Abordam uma gama de necessidades sociais, incluindo educação, saúde, proteção social e oportunidades de emprego, enquanto combatem a mudança climática e promovem a proteção ambiental. Os ODS abordam as principais barreiras sistêmicas para o desenvolvimento sustentável, como a desigualdade, padrões de consumo insustentáveis, falta de capacidade institucional e degradação ambiental.

Para os objetivos serem alcançados, todos precisam fazer a sua parte: governos, setor privado, sociedade civil e todos os seres humanos em todo o mundo. Espera-se que os governos assumam a responsabilidade e estabeleçam marcos, políticas e medidas nacionais para a implementação da Agenda 2030.

A multinacional dinamarquesa, Novozymes, mantém, desde 2015, o projeto EDUCAÇÃO, com o compromisso de educar e impactar, até 2020, 1 milhão de pessoas no mundo sobre o potencial da Biologia. O Brasil é uma parte representativa desse esforço já que a Biologia pode ajudar a criar um mundo melhor.

Para colocar em prática essa conscientização, a empresa aposta na educação, por isso, a primeira etapa brasileira do projeto foi desenvolvida em parceria com o SESI-Pr, com a Storymax e um grupo de cientistas e professores experientes, que desenvolveram três livros aplicativos. Cada um deles traz um conto clássico da literatura mundial como forma de promover a reflexão dos leitores sobre um dos temas abordados, como erradicação da fome, da pobreza e acesso à água limpa e saneamento básico para todos. Além disso, os livros-aplicativos também trazem sugestões de atividades extras que podem ser conduzidas por professores em sala de aula.

Os três livros aplicativos fazem parte da Coleção Novozymes Nova Perspectiva que foca, além da promoção da leitura, a mostrar como é possível realizar um experimento científico que possa contribuir para o desenvolvimento da comunidade local.

O projeto já impactou, apenas no Brasil, mais de 23 mil pessoas e tem como meta, este ano, atingir 25.000 para explicar como a Biologia pode contribuir com o desenvolvimento do mundo. A iniciativa já alcançou também leitores na Inglaterra, Venezuela, Vietnam, Israel, Uzbequistão, Paquistão, além do Brasil e já somam mais de mil e seiscentas horas de leituras. Mais informações sobre o projeto estão disponíveis na página www.bioapp-novozymes.com

 

Quer fazer um comentário?