Sustentabilidade

Relatório da OIT e Cepal analisam a situação do trabalho em tempos de pandemia na América Latina

Segundo estimativas recentes da CEPAL, a COVID-19 causará uma contração média da economia regional de 5,3% em 2020.

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) apresentaram, no dia 21 de maio de 2020, uma nova edição de seu relatório conjunto em espanhol “Conjuntura Laboral na América Latina e o Caribe: o trabalho em tempos de pandemia – desafios frente à doença do coronavírus (COVID-19)”, que desta vez aborda os desafios representados pela pandemia para o trabalho nos países da região.

Segundo estimativas recentes da CEPAL, a COVID-19 causará uma contração média da economia regional de 5,3% em 2020. A pandemia, que traz consigo uma combinação de choques externos e internos, será a causa da maior crise econômica e social da região em décadas, com efeitos muito negativos sobre o emprego, o combate à pobreza e a redução da desigualdade.

Além de fornecer estimativas sobre a dinâmica do mercado de trabalho nos últimos meses, o relatório conjunto CEPAL-OIT explora algumas das políticas implementadas pelos países para proteger o emprego formal, preservar a renda dos trabalhadores e das trabalhadoras na economia formal e informal, e proteger o setor produtivo.

A versão eletrônica completa do novo documento conjunto CEPAL-OIT, está disponível nos sites da CEPAL e da OIT, bem como na página do Observatório da COVID-19 da América Latina e do Caribe.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *