Alimentos e Bebidas

Proteases são debatidas em encontro na Novozymes

O papel fundamental da indústria na inovação em proteínas alternativas

Nos últimos dias 15 e 16 de agosto, a Novozymes promoveu um encontro para tratar das proteases e a sua importância para a indústria da alimentação. A abertura do encontro contou com a participação de Gilberto de Seixas Maia Neto, presidente Regional da empresa e diretor da indústria de Foods & Beverages (F&B).

 Iniciando as palestras, o gerente de marketing F&B regional, João Guilherme Ribeiro, falou sobre “Por que Biotec?”, seguido por uma palestra da professora Dra. Michele Rigon Spier, da Universidade Federal do Paraná, que tratou da funcionalidade, inovação e perspectivas futuras da aplicação de proteases na indústria de alimentos. Já a pesquisadora Luciana Basso da Fonseca, pesquisadora da indústria de alimentos, tratou do Demo – Metodologias de medição de atividade residual de proteases.

A dupla Daniella dos Reis Garcia, especialista em alimentos, e Clarisse Bruning Schmitt Roepcke, gerente de TS, falaram “Nenhum processo muda se você não mudar”. Na sequência, Elisama Graff Cella, técnica de laboratório, falou sobre a funcionalidade das proteases. Para fechar o primeiro dia de atividades, Eloisa Espinosa, tratou da inovação e desenvolvimento de negócios na área de alimentos.

O segundo dia foi marcado por uma visita à planta fabril da Novozymes, seguida de uma palestra com Valessa Selenko Lacerda, especialista em gerenciamento de qualidade, e Hans Peter Heldt-Hansen, gerente sênior de P&D, sobre qualidade e P&D da Indústria de Alimentos. Ainda, Ana Claudia Peluso, abordou os assuntos regulatórios que envolvem a indústria e Sérgio Roberto Calado Junior trouxe a importância do planejamento.

Finalizando o dia, a logística que envolve o setor foi tratada por Sabrina Ganen e Luiz Candreva fechou o encontro com uma palestra motivacional.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *