Bioenergia

Processo produtivo do etanol de milho: sacarificação

A sacarificação é responsável por finalizar a conversão de oligossacarídeos em açúcares simples que serão posteriormente fermentados para a obtenção de etanol

Antes de descobrir o que acontece na etapa de sacarificação, leia nosso post que aborda aspectos sustentáveis em torno dos biocombustíveis além de explicar o que é a liquefação no processo de produção do etanol de milho:

Processo produtivo do etanol de milho: liquefação

As etapas de moagem e liquefação servem como uma espécie de preparação para que o açúcar presente no amido possa de fato ser extraído já que, até antes da sacarifação, o que está presente no caldo são as maltodextrinas, ou seja, moléculas compostas por 5 a 10 unidades de glicose e que ainda não são consideradas açúcares fermentescíveis ou passíveis de serem fermentados.

A sacarificação é a etapa que vem, justamente, para finalizar e completar a hidrólise do amido que na liquefação ocorre parcialmente. O objetivo dessa terceira etapa é obter monômeros de glicose que posteriormente serão fermentados e, enquanto na liquefação utiliza-se a enzima alfa-amilase para iniciar a degradação do amido, na sacarificação é necessário utilizar as glucoamilases ou amiloglucosidases para finalizar a hidrólise.

Essas enzimas são responsáveis por catalisar a clivagem das ligações glicosídicas alfa 1,4 e alfa 1,6 presentes nas extremidades das maltodextrinas, aquelas formadas no processo de liquefação. Com a etapa de sacarificação, espera-se que quase 100% do amido seja convertido em monossacarídeos, mais especificamente em glicose, aumentando assim o rendimento da fermentação e, consequentemente, de etanol. Outra vantagem do uso de enzimas, além do aumento de rendimento, é que elas mantém sua atividade catalítica em condições adversas de temperatura e pH, diminuindo a necessidade de um controle muito preciso desses parâmetros durante o processo.

E aí, ficou com alguma dúvida sobre a etapa de sacarificação? Fique à vontade para fazer uma pergunta pra gente nos comentários!

Tags:

3 comentários

  1. qual a quantidade de agua e enzima para a liqufação e sacarificação?

  2. qual a quantidade de água e de enzima usado na liquefação e sacarificação?

    1. Olá, Murilo! Obrigada pela sua pergunta!

      Na verdade essas quantidades são muito relativas, ou seja, elas variam de acordo com o processo.

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *