28-10-2016

Por que usar enzimas no processo industrial?

Em uma série de processos da indústria é possível fazer uso de enzimas, como por exemplo, na indústria de alimentos, em que podem auxiliar na produção de novos alimentos que podem ser utilizados por quem possui determinada intolerância.

As enzimas são proteínas com propriedades catalisadoras, de forma seletiva e especializada, isso quer dizer que elas conseguem acelerar em milhares de vezes certas reações bioquímicas, no entanto, em outra situação não promovem qualquer reação. Atualmente, são conhecidas em torno de 2 mil enzimas, cada uma delas consegue catalisar um determinado tipo de reação bioquímica ou química.

Uso de enzimas nos processos da indústria

  • Indústria de alimentos: elas podem ser utilizadas para auxiliar na conservação e preservação das características originais de cada produto. Com enzimas ativadas por meio de alta pressão (HPA) é possível também acelerar processos em alimentos sem lactose, na fabricação de pães e inclusive de cerveja. Devido à possibilidade de ativar a ação de componentes, as enzimas podem ajudar muito na produção de novos alimentos que podem ser consumidos por quem possui alguma espécie de intolerância.
  • Tratamento da água: existem determinadas enzimas que são isoladas de micro-organismos, como bactérias e fungos e, quando juntadas, podem ser adicionadas em lagoas, leito de lagos, reservatórios e na água resultante da atividade da indústria, pois são capazes de degradar as moléculas de gordura, corantes e material orgânico, fazendo com que a água torne-se novamente própria para o consumo humano.
  • Indústria de papel e celulose: as enzimas podem ser usadas como substitutas dos produtos químicos utilizados na sua produção de papel e celulose, auxiliando na melhora da qualidade do produto e promovendo menos impacto ao meio ambiente.
  • Biocombustíveis: utilizando enzimas é possível converter a estrutura complexa da biomassa em etanol, deixando o etanol de 2ª geração comercialmente mais competitivo. Existe uma nova enzima que reduz custos e aumenta o rendimento na fabricação de etanol fazendo uso de resíduos agrícolas.

Enzimas e sustentabilidade

Como é possível perceber, as enzimas podem ser aproveitadas em vários setores da economia. Elas estão diretamente ligadas à sustentabilidade, pois ajudam a reduzir o consumo de água, energia e produtos químicos nos processos industriais. Além de ser uma solução lucrativa para as indústrias, é uma alternativa viável de uso para as próximas gerações.

A Novozymes, multinacional dinamarquesa e líder mundial no segmento de enzimas industriais e bioinovação, detém mais de 47% do mercado global de enzimas. São mais de 700 produtos comercializados que tem auxiliado as indústrias a produzir mais com menos e, ao mesmo tempo, reduzir os impactos ambientais. Saiba mais em www.bioblog.com.br. 

Quer fazer um comentário?