22-04-2017

Pequenas atitudes podem salvar a água do planeta

Fechar as torneiras é importante, mas cuidar com o descarte correto do óleo vegetal usado em casa é fundamental

A água é essencial para a nossa sobrevivência. Precisamos consumir entre 2 e 2,5 litros de água por dia para manter o nosso corpo hidratado e a saúde em dia. Três dias sem água e o nosso corpo pode entrar em colapso! Com as facilidades de acesso à água, só nos damos conta de que precisamos preservá-la quando vivenciamos as crise hídricas, como a vivenciada nos últimos dez anos, a ponto da cidade de São Paulo entrar em estado de alerta.

Faltou água para consumo, para o banho, para lavar as mãos, roupas e utensílios domésticos. A limpeza de calçadas e carros, com água potável, foi limitada por lei, não só na capital paulista, mas, também, em diversas cidades do Brasil. Vivemos intensamente a preocupação pela falta de água e não podemos esquecer de que ela pode chegar ao fim se não tomarmos medidas de prevenção, cuidados e proteção da água.

O Brasil tem quase um quinto de toda água doce do mundo, por aqui, ela também é utilizada para a irrigação na agricultura, bem como para a geração de energia elétrica. Além disso, somos um dos principais exportadores de alimentos do mundo e todos eles precisam de água para se desenvolver ou para serem produzidos.

Para garantir um futuro com água potável para todos, o primeiro passo é a despoluição dos rios e lagos e, neste caso, todos podemos fazer a nossa parte. Nessa luta, pequenos gestos fazem muita diferença. A primeira medida que cada um pode tomar é o não desperdício, cuidando do tempo no banho, fechando as torneiras, adaptando as descargas dos vasos sanitários e usando copos ao escovar os dentes para evitar o consumo inadequado de água são algumas das medidas que todos podemos fazer, todos os dias.

A empresa Rotogine, por exemplo, divulga uma série de dados sobre a quantidade de água gasta em cada um dos cômodos de uma casa, para exemplificar, no banheiro, ao escovar os dentes e fazer a barba, uma pessoa pode desperdiçar até 12 litros por dia, pensando em quem abre a torneira 4 vezes por dia por 20 segundos. Dados do Instituto Socioambiental confirmam que o Brasil é mesmo campeão no desperdício de água, chegando a 45%. Outro estudo, agora da Universidade Universidade de Brasília (UNB), mostra que a água em má qualidade é responsável por cerca de 80% das doenças que atingem as pessoas em todo mundo.

Esses números servem para chamar ainda mais a nossa atenção para a importância na preservação da água. Outra iniciativa importante nesse cenário é se preocupar com descarte correto do óleo vegetal, utilizado nas casas, restaurantes e lanchonetes de todo o país. Jogar o óleo usado na pia ou no ralo, além de destruir os canos, provoca também a poluição de toda a rede de água, além disso, ele transforma-se em uma cola nas redes e tubulações de esgoto. Para se ter uma ideia do tamanho desse problema, dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) apontam que uma família chega a gerar 1,5 litros de óleo de cozinha descartável por mês. Essa quantidade, quando jogada na pia de casa, será responsável pela poluição de 1 milhão de litros de água potável. E 1 milhão de litros de água potável é o que uma pessoa consome, por ano, no Brasil.

Faça a sua parte. Confira aqui como fazer o descarte correto do óleo de cozinha.

Quer fazer um comentário?