Sustentabilidade

OMM alerta para níveis recordes de gases de efeito estufa na atmosfera

Temperaturas crescentes, condições climáticas extremas, escassez de água, aumento do nível do mar, acidificação dos oceanos e perturbações nos ecossistemas. Essas são algumas das graves consequências

As concentrações de gases de efeito estufa atingiram um novo recorde. A Organização Mundial Meteorológica (OMM) informou que os níveis dos três principais gases captadores de calor que são emitidos na atmosfera – dióxido de carbono, metano e óxido nitroso – alcançaram um patamar alarmante.

Dados fazem parte do último Boletim de Gases de Efeito Estufa da OMM, lançado em 20 de novembro, que apresenta um balanço das medições referentes ao ano de 2018. Com base nos dados do Boletim, a organização avalia que não é estimado que as emissões globais enfraqueçam até 2030 (nem mesmo até 2020) se as políticas climáticas existentes permanecerem inalteradas.

Em um apelo aos governos para que façam mais para reverter a dependência dos países na produção de energia a partir de combustíveis fósseis, em compromisso com o Acordo de Paris firmado em 2015, o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, alertou que “o bem-estar futuro da humanidade” está em jogo.

Temperaturas crescentes, condições climáticas extremas, escassez de água, aumento do nível do mar, acidificação dos oceanos e perturbações nos ecossistemas. Essas são algumas das graves consequências que as gerações futuras enfrentarão devido às mudanças climáticas.

Dentre os gases que respondem pelo aumento, o CO² é responsável por cerca de 80%, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos, cujos dados são citados no Boletim da OMM.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *