Cuidados Domésticos

O que são biossurfactantes?

Substâncias com crescente potencial na indústria, os biossurfactantes são um tipo de produto obtido por processos biotecnológicos.

Surfactante, ou também chamados de tensoativos ou emulsificantes, são substâncias que atuam diminuindo a tensão superficial entre dois líquidos (a tensão superficial é o fenômeno físico de interação entre líquidos e superfícies que causa a formação de gotas e bolhas, por exemplo), ou seja, são moléculas que agem fazendo com que o contato entre dois líquidos, um deles geralmente sendo água, seja menor.

Essas substâncias possuem várias propriedades que agregam ao seu valor de uso comercial, como a capacidade de aumentar a quantidade de espuma formada numa solução, ajudar na solubilidade de um composto insolúvel em água e promover a retirada de partículas de gordura da superfície de determinado material. São propriedades importantes para a indústria de detergentes e produtos de limpeza, sendo indispensáveis na formulação destes produtos, como também para a indústria de cosméticos e higiene pessoal.

Um desafio encontrado hoje com os surfactantes é a falta de biodegradabilidade destes, quando provenientes de derivados de petróleo, de origem fóssil. Como são utilizados em produtos líquidos, a tendência de entrarem em contato com o meio ambiente, contaminando-o, é alta. Por isso, a atenção da produção dos alternativos biológicos destas substâncias, os biossurfactantes, está cada vez maior.

Os biossurfactantes possuem as mesmas propriedades dos surfactantes convencionais, com o diferencial de serem unicamente produzidos por organismos vivos. As bactérias são destaque nessa produção, principalmente aquelas encontradas em lugares considerados extremos em relação a sobrevivência, como por exemplo as bactérias que se desenvolvem em ambientes contaminados por poluentes.

Isso trouxe uma nova possibilidade na aplicação desses surfactantes de origem biológica dentro da área de biorremediação, já que possuem os benefícios das suas propriedades ao acelerar a reação de degradação dos contaminantes. E eles só podem ser produzidos com o auxílio das tecnologias de produção de microrganismos propiciadas pela biotecnologia. É inovação de um produto conhecido, adicionando um fator sustentável importante.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *