22-12-2016

O que é o RNA?

A sigla RNA, que representa Ribonucleic Acid (em português, ácido ribonucleico), costuma tornar-se familiar devido às aulas de biologia. Da mesma forma que os demais ácidos nucleicos, a molécula de RNA é formada por nucleotídeos, presentes no núcleo e no citoplasma da célula. Já os nucleotídeos são moléculas de açúcar (a ribose) ligadas a um fosfato e base nitrogenada.

Principais diferenças entre o RNA e o DNA

A junção dos diferentes nucleotídeos dá origem às macromoléculas dos dois tipos de ácidos nucleicos: o ácido desoxirribonucleico, mais conhecido pela sua sigla DNA, e o ácido ribonucléico (RNA). Eles são nomeados desta forma devido ao açúcar presente em suas moléculas: enquanto o RNA é composto pelo açúcar ribose, o DNA possui em sua composição o açúcar desoxirribose. Além da diferença acima, outro ponto considerável que diferencia as moléculas de DNA das moléculas de RNA é em relação às bases nitrogenadas. Enquanto no DNA, as bases são adenina, citosina, guanina e timina, no RNA, a uracila substitui a timina. O que o RNA faz tem total ligação com a função do DNA, que é gerenciar os processos celulares e a produção de proteínas. O RNA possui a função de estabelecer a ligação entre a informação do DNA e o trabalho das estruturas celulares e organelas. Explicando de forma mais conceitual, as informações codificadas no DNA são copiadas em RNA para que então as proteínas consigam ser sintetizadas. O nome dado a esse processo é transcrição, efetuado pela enzima RNA polimerase.

Soluções enzimáticas da Novozymes

Todo este universo de DNA, RNA e enzimas integra o negócio da multinacional dinamarquesa Novozymes, empresa que é reconhecida mundialmente pela produção de enzimas. A Novozymes atua integralmente na busca pelo código genético perfeito de cada enzima. Para isso, conta com as mais modernas tecnologias de rastreamento baseadas em biotecnologia. Ao conseguir isolar o código genético, os profissionais conseguem aprimorar a enzima de diversas formas, de acordo com a função que necessitam. Diversos setores da indústria (têxtil, biocombustíveis, alimentos, etc.) têm utilizado as enzimas da Novozymes como substitutas de usuais produtos químicos que costumam causar danos ao meio ambiente, e também para aprimorar os processos industriais. Uma série de informações sobre o universo do DNA, RNA e enzimas podem ser conferidas no site Bioblog (http://www.bioblog.com.br/).

Quer fazer um comentário?