19-12-2016

O que é celulose?

A celulose é uma substância (polissacarídeo) fibrosa presente em quase todos os vegetais, faz parte da composição celular das plantas e dá firmeza a elas. Na cadeia alimentar, é fonte de nutrição para animais ruminantes como carneiros e vacas, e também para insetos como traças e cupins. A utilização da celulose abrange diversas áreas. Esse composto fibroso vem sendo explorado pela ciência em busca de novos usos como, por exemplo, as microfibras. Leves e resistentes, elas podem substituir bem os metais. Na indústria, a celulose se aplica na fabricação de materiais plásticos, sintéticos, papel e suas variações. É utilizada também na obtenção de produtos químicos.

Celulose no Brasil

O Brasil é um dos grandes produtores mundiais de celulose. A consequência disso é uma grande produção de papel. Na América Latina, o país se destaca nesse segmento. A previsão dos especialistas é que a expansão continue, porém, devido ao delicado momento econômico, medidas de investimento na diversificação de tipos de produtos resultantes da celulose, precisam ser tomadas, visando o aumento do mercado consumidor. A intenção é criar novas possibilidades de utilização da celulose, mantendo o mesmo volume de produto final, porém consumindo menos fibra. O sistema de produção de celulose no Brasil é autossustentável, por meio do plantio de eucaliptos. As árvores são plantadas por sementes ou mudas, garantindo a fonte de celulose para a indústria. A polpa da celulose é então obtida, por um processo que rompe as fibras internas da madeira e extrai a substância.

Extração

O procedimento de extração da celulose em polpa mais utilizado no Brasil é o da polpação ou cozimento, em que a tora de madeira, após ser picada em lascas ou farpas padronizadas, é submetida a processos químicos. Em um recipiente chamado digestor, uma solução de hidróxido e sulfeto de sódio age, sob condições de alta temperatura e pressão, unindo as fibras de celulose. O resultado desse processo é a chamada celulose indicada para uso industrial, também conhecida como polpa marrom ou polpa escura. Depois da polpação, a celulose resultante do processo passa ainda por procedimentos específicos, de acordo com a sua destinação final.

A Novozymes, multinacional dinamarquesa líder em biosoluções, está presente na indústria de papel e celulose, fornecendo enzimas capazes de otimizar processos e reduzir custos, além de minimizar os impactos ao meio ambiente. No site http://www.bioblog.com.br , você pode conhecer mais sobre esse e outros assuntos da área de biotecnologia aplicada.

Quer fazer um comentário?