05-09-2016

O que é biotecnologia ambiental?

O uso da biotecnologia ambiental é fundamental para evitar a contaminação e a poluição do meio ambiente. Saiba quais os principais tipos de aplicações da biotecnologia ambiental:

Prevenir ou resolver problemas envolvendo a contaminação ambiental está na essência da biotecnologia ambiental, uma área que abrange a utilização e aplicação de diversas técnicas biológicas visando a promoção do meio ambiente. É caracterizada por ser um sistema de conhecimento científico e de engenharia que utiliza micro-organismos e demais produtos para realizar o biotratamento de sólidos, líquidos e resíduos gasosos, além da biorremediação de ambientes poluídos. 

Embora inicialmente possa ser associada apenas à biologia, ela é uma ciência multidisciplinar e seu alcance se estende a linhas legislatórias, científicas, econômicas, normativas, sociais e tecnológicas, dialogando constantemente com questões ligadas à química, direito, biologia e engenharia.

Biotecnologia ambiental na prática

Com a biotecnologia ambiental é possível gerar mecanismos que tratam de efluentes, dar o andamento adequado ao lixo e gerar plantações que são mais resistentes a doenças. Entre as vantagens do tratamento biotecnológico dos resíduos estão:

  • Utilização de micro-organismos naturais para a biodegradação ou desintoxicação de uma vasta gama de substâncias perigosas;
  • Oferta de diversos métodos biotecnológicos para a destruição completa de lixos tóxicos;
  • Diversidade de condições adequadas para a biodegradação.

Existem quatro principais tipos de aplicações da biotecnologia ambiental, são elas:

  1.  Biomarcadores: essa aplicação ajuda a medir o nível de danos ocorridos, exposição dos efeitos tóxicos e consequências da poluição causada.
  2.  Bioenergia: o significado coletivo de biogás, biomassa, combustíveis e hidrogênio é chamado de bioenergia. A utilização desta aplicação da biotecnologia ambiental está nos setores industriais, domésticos e no espaço. Atualmente existe a necessidade de encontrar outra fonte de energia limpa que não sejam os combustíveis anteriormente citados. Um dos exemplos pioneiros de energia verde são os resíduos recolhidos a partir dos resíduos orgânicos e da biomassa, essas opções ajudam a amenizar os problemas de poluição gerados ao ambiente. O fornecimento de energia de biomassa tornou-se de grande importância em todo o planeta.
  3. Biorremediação: o processo de limpeza das substâncias perigosas em compostos não tóxicos é chamado de biorremediação. Este processo envolve tecnologias de limpeza que utilizam micro-organismos naturais.
  4. Biotransformação: para as mudanças que ocorrem na biologia do ambiente, especificamente modificações do composto complexo de simples não tóxico para tóxico ou o inverso, classifica-se o processo como biotransformação. Ele é usado no setor industrial, fazendo com que substâncias tóxicas sejam transformadas em bioprodutos.

Todas essas informações evidenciam o quanto a biotecnologia ambiental é fundamental para desenvolver e regular de forma eficiente os sistemas biológicos no planeta, evitando a poluição e a contaminação da terra, água e ar.

Quer fazer um comentário?