OutrosSustentabilidade

O Dia da Sobrecarga da Terra será mais tarde em 2020

O Dia da Sobrecarga da Terra, nesse ano, acontecerá no dia 22 de Agosto, 3 semanas mais tarde do que em 2019 segundo a Global Footprint Network

 O Dia da Sobrecarga da Terra marca a data em que a demanda da humanidade por recursos e serviços ecológicos em um determinado ano excede o que a Terra pode regenerar naquele ano. Isso significa que nós usamos a quantidade de recursos como se vivessemos em 1,6 planetas Terra. Quando essa data chega, é como se o planeta entrasse em “cheque especial”, ou seja, ele tem que usar a reserva de recursos destinada às futuras gerações para atender a demanda atual da população.

Essa data é calculada pela Global Footprint Network desde 1961, dividindo a biocapacidade do planeta (a quantidade de recursos ecológicos que a Terra é capaz de gerar naquele ano), pela Pegada Ecológica da humanidade (a demanda da humanidade para aquele ano), e multiplicando por 365, o número de dias em um ano. A Global Footprint Network mede a demanda da população e o suprimento de recursos e serviços dos ecossistemas. Esses cálculos servem de base para o cálculo do Dia de Sobrecarga da Terra.

Do lado da oferta, a biocapacidade de uma cidade, estado ou nação representa sua área de terra e mar biologicamente produtiva, incluindo terras florestais, pastagens, terras agrícolas, áreas de pesca e áreas construídas. Do lado da demanda, a Pegada Ecológica mede a demanda de uma população por alimentos vegetais e produtos de fibra, produtos pecuários e pesqueiros, madeira e outros produtos florestais, espaço para infraestrutura urbana e floresta para absorver suas emissões de dióxido de carbono de combustíveis fósseis.

Mas por que, afinal, a data em 2020 foi adiada?

Bom, isso se deve à pandemia de Covid-19 que estamos enfrentando desde o começo do ano. Toda essa situação fez com que a Pegada Ecológica mundial, segundo a Global Footprint Network, fosse reduzida em 9,3% em relação ao mesmo período no ano passado, o que seria bom se não fosse devido a um momento de crise. O isolamento social e a desaceleração econômica que vem acontecendo desde o início do ano fizeram com que menos gases de efeito estufa fossem emitidos em decorrência da menor queima de combustíveis fósseis e extração da madeira em todo o mundo.

O que eu posso fazer para reduzir minha pegada ecológica?

Podemos adotar várias atitudes para reduzir nossa pegada ecológica individual. Dentre elas é muito importante falar do transporte e do consumo de recursos como água e energia.

  • Em relação ao transporte, procure usar meios alternativos como caminhar, andar de bicicleta e preferir abastecer com biocombustíveis como etanol e biodiesel, cujas produção e queima emitem menos gases de efeito estufa.
  • Em relação ao consumo de recursos, economizar água e evitar o desperdício é fundamental pois devemos lembrar que a água potável é um recurso finito e que podemos, algum dia, enfrentar crises hídricas. Reutilizar a água da máquina para lavar as calçadas e o carro e tomar banhos mais rápidos são atitudes que podem reduzir o desperdício de água.
  • Diminuir o consumo de descartáveis, principalmente o plástico, também é uma atitude para ajudar na redução da sua pegada ambiental, além de evitar que ele seja destinado a lugares inadequados como rios e mares.

 

Para saber mais sobre o Dia da Sobrecarga da Terra acesse o site oficial aqui.

Para descobrir o que mais você pode fazer para reduzir sua pegada ecológica acesse o site da WWF – Brasil aqui.

Acesse o relatório completo do cálculo do Dia da Sobrecarga da Terra em 2020 aqui.

 

E você, o que tem feito para ajudar o planeta? Conta pra gente aqui nos comentários!

 

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *