Novozymes

O que aconteceu na Novozymes em 2017?

Conheça as histórias que transformaram o mundo das enzimas no ano passado

Em janeiro, lançamos o Spirizyme® T, um conjunto avançado de enzimas para produção de etanol, que oferece a maior conversão total de açúcar na indústria. Comentando a esse respeito, Peter Halling, Vice-Presidente de Bioenergia, disse: “Reduzir o açúcar residual é essencial para aumentar a rentabilidade em uma usina de etanol. Não deixe seu açúcar para trás”.

Em março, publicamos um estudo comparando a produção gerada por um sistema de agricultura convencional com a produção gerada pela utilização de soluções biológicas por meio de toda a cadeia de valor agrícola. Os pesquisadores da Novozymes estimaram os aumentos na produção e as economias ambientais. O ‘Estudo Acre’ revelou que soluções biológicas podem aumentar dramaticamente a produtividade da terra, resultando em maior volume de ração/alimentos e de energia, e menor emissão de CO2, como mostrado neste infográfico abaixo.

 

Acre Study from Novozymes

A Boehringer Ingelheim Animal Health e a Novozymes anunciaram uma colaboração estratégica. A parceria desenvolverá probióticos para chocadeiras, as instalações aonde os ovos são chocados antes que as galinhas sejam transferidas para fazendas de engorda. Os probióticos podem aumentar a sustentabilidade na indústria avícola, oferecendo uma alternativa ao uso de antibióticos como promotores de crescimento.

Em maio, nossa fábrica em Nebraska comemorou seu 5o aniversário e em apenas poucas semanas depois, concluiu uma expansão no valor de $ 36 milhões. A ocasião foi marcada por uma entrevista coletiva com o Governador de Nebraska, Pete Ricketts e cerca de 50 líderes empresariais e comunitários locais.

Em junho, dissemos adeus ao carvão em Kalundborg. Um novo acordo com a companhia de serviços públicos Ørsted garantiu que toda a energia para a fábrica da Novozymes em Kalundborg, Dinamarca, seja fornecida por fontes renováveis.

Neste ano, também foram lançadas novas combinações de Medley®, que ajudam os fabricantes de detergentes em mercados emergentes a aplicarem enzimas em detergentes com alto teor de água. Lançada pela primeira vez em 2014, a linha Medley agora consiste de oito produtos regionalizados. Ao adicionar Medley em seus detergentes, os fabricantes de sabão podem oferecer uma experiência de lavar roupas muito mais fácil para os consumidores, além do tempo economizado em pré-tratamentos e esfregação. Além de Medley, em outubro foi lançado Progress In, o primeiro produto customizado para detergentes de venda em massa em mercados emergentes.

Em setembro, a inovação ganhou um novo espaço com o lançamento da HelloScience, uma rede on-line onde inovadores, start-ups, empresas e outros podem trabalhar juntos para desenvolver soluções para alguns dos maiores desafios do mundo. A escassez de água como tema inicial e um chamado da UNICEF para o desenvolvimento de um aparelho para detectar a bactéria E. coli estão entre as primeiras missões. “Os grandes desafios globais têm uma natureza complexa e são difíceis de ser solucionados”, disse o Vice-Presidente Sênior Claus Crone Fuglsang, Chefe de Pesquisa e Tecnologia da Novozymes. “A Novozymes possui experiência e conhecimento, mas não afirmamos que temos todas as respostas. Precisamos trabalhar juntos para entregar melhores sistemas para resolver os desafios colocados pela água, alimentos, resíduos e outros”.

Durante a European Biotech Week em outubro, a Novozymes lançou sua iniciativa “Teach for Tomorrow”. Os funcionários da Novozymes em todo o mundo foram incentivados a ensinar nas escolas locais e introduzirem as crianças no mundo fascinante das enzimas e micro-organismos. Tanto cientistas quanto pessoas que não eram cientistas participaram em caráter voluntário, ao passo que a empresa ofereceu treinamento e materiais aos interessados.

Este ano também assistiu o reconhecimento das contribuições enzimáticas em larga escala, especialmente na área de Alimentos e Bebidas. Saphera e Formea foram muito elogiados pela inovação trazida ao mercado de laticínios.

Em outubro, a Science Magazine concedeu à Novozymes o segundo lugar entre os melhores empregadores do mundo, em sua Pesquisa dos Melhores Empregadores de 2017. A pesquisa mostrou que nossos funcionários se sentem motivados pelo objetivo da empresa de encontrar soluções biológicas para os desafios globais. Foi o terceiro ano seguido que a Novozymes classificou-se entre as 10 mais na prestigiada pesquisa.

Esperamos que 2018 seja um ano tão estimulante e repleto de acontecimentos importantes. Feliz Ano Novo!

Matéria Original: http://blog.novozymes.com/year-in-review/

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *