20-10-2017

Novozymes é a segunda melhor empregadora do mundo, diz a revista Science Magazine

Pelo terceiro ano consecutivo, a empresa de biotecnologia dinamarquesa Novozymes, que emprega cerca de 300 colaboradores na América Latina, está no ranking dos 10 melhores empregadores mundiais. Os funcionários são motivados pelo propósito da empresa, que é encontrar soluções biotecnológicas para desafios globais.

Curitiba, 20/10/2017 – A revista Science Magazine reconheceu a Novozymes como a segunda melhor empregadora do mundo em sua “Pesquisa Top Empregadores de 2017”.

A pesquisa é o resultado da avaliação realizada com funcionários das indústrias biotecnológicas, biofarmacêuticas, farmacêuticas e relacionadas, com o propósito de destacar as 20 empresas do mundo com a melhor reputação de empregadores. A pesquisa também identifica as características que tornam essas empresas excelentes lugares para se trabalhar. A Novozymes ocupou o primeiro lugar na pesquisa em 2015 e ficou em sexto lugar em 2016, neste ano, está em segundo lugar.

“Estamos honrados em ser reconhecidos no topo desta prestigiosa lista pelo terceiro ano consecutivo”, diz o vice-presidente sênior, Claus Crone Fuglsang, diretor de pesquisa e tecnologia da Novozymes. “Desenvolvemos soluções biotecnológicas para alguns dos maiores desafios do nosso tempo, como a necessidade de produzir mais alimentos, uma agricultura mais sustentável, energia renovável e ar e água limpa. Essa é uma motivação diária para todos na Novozymes”, comenta Emerson de Vasconcelos, presidente Regional da Novozymes Latin America.

Os entrevistados responderam uma pesquisa online, na qual foram solicitados a classificar as empresas com base em 23 características, incluindo a força financeira, a fácil adaptação às mudanças e um ambiente orientado pela pesquisa. Os entrevistados destacaram a empresa como “líder inovadora na indústria”, “funcionários leais” e tendo valores de cultura de trabalho alinhados com os valores pessoais dos funcionários. Essas foram as principais características da Novozymes, o que ajudou a posicioná-la na alta classificação.

 

Usando a biologia para tornar o mundo um lugar melhor

A Novozymes é pioneira no campo da biotecnologia industrial desde a década de 1940. Um em cada cinco dos 6.500 funcionários que trabalham na empresa atuam no setor de pesquisa e desenvolvimento, nos principais centros de pesquisa localizados na Dinamarca, China, EUA, Brasil e Índia. A Novozymes investe 13-14% da sua receita total em pesquisas a cada ano.

Como o maior fabricante mundial de enzimas industriais e microrganismos, a biotecnologia da Novozymes é utilizada por empresas de todo o mundo, preocupadas em economizar energia, água e matérias-primas, em uma ampla gama de produtos, que vão desde detergentes para roupa, têxteis e cerveja, biocombustíveis, alimentos para animais e culturas. Em 2016, a aplicação mundial da tecnologia da Novozymes ajudou os clientes a reduzirem as suas emissões de CO₂ em cerca de 69 milhões de toneladas, o equivalente a tirar 30 milhões de carros da estrada.

Novozymes no Brasil

Ser uma empresa mundialmente reconhecida pelo seu trabalho em desenvolvimento de bioinovação voltada para aplicação industrial, contribuindo para a produção de produtos mais sustentáveis, em diversos segmentos da cadeia produtiva, faz com que a Novozymes atue, diariamente, com foco exclusivo em oferecer soluções em biotecnologia em cada uma das suas unidades no Brasil, tanto nas plantas industriais, localizadas nas cidades de Araucária e Quatro Barras, no Paraná, como nos escritórios em São Paulo (SP) e Brasília (DF), com foco na área de enzimas e microrganismos.

“As respostas aos maiores problemas do mundo às vezes podem ser encontradas nas menores coisas da natureza”, diz Claus Crone Fuglsang. “Nós investimos muito em novas inovações e continuamos a ficar maravilhados com o quanto a biologia pode fazer para ajudar o mundo a tornar-se mais sustentável”, completa Vasconcellos.

 

A capacidade da Novozymes de crescer como uma empresa e de cumprir a missão de encontrar respostas biológicas para uma vida melhor em um mundo em crescimento, depende de permitir que os funcionários se desenvolvam profissionalmente e pessoalmente. O compromisso de capacitar os funcionários para o seu desenvolvimento está ancorado nos objetivos de sustentabilidade de longo prazo da Novozymes, que impulsionam as ações da empresa ao apoiar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) ​​da Organização das Nações Unidas (ONU).

Sobre a Science Magazine:

A Science Magazine é o periódico acadêmico da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS) e uma das principais publicações científicas do mundo. A pesquisa dos Top Empregadores de 2017 baseia-se em 6.950 respostas da pesquisa de leitores e outros convidados. Os entrevistados, na maioria, estão na América do Norte (65%), da Europa (25%) e da Ásia / Pacífico (7%); e 94% trabalham em empresas de biotecnologia, biofarmacêutica e farmacêutica. Para a classificação completa, vá para www.sciencecareers.org/TopEmployers2017.

Prêmios e rankings recentes da Novozymes

  • Lista Fortune Magazine “Alterar o Mundo” 2016
  • Revista Forbes “Empresas mais inovadoras” 2016
  • CEO Peder Holk Nielsen na revista Forbes Magazine “Global Game Changers” 2016
  • CEO Peder Holk Nielsen em Insider Business “The Creators” list 2016

Quer fazer um comentário?