20-03-2017

Novozymes: Bioinovação voltada a um mundo mais sustentável

Ser uma empresa mundialmente reconhecida pelo seu trabalho em desenvolvimento de bioinovação voltada para aplicação industrial, contribuindo para a produção de produtos mais sustentáveis, em diversos segmentos da cadeia produtiva, faz com que a Novozymes atue, diariamente, com foco exclusivo em oferecer soluções em biotecnologia em cada uma das suas unidades no Brasil, tanto nas plantas industriais, localizadas nas cidades de Araucária e Quatro Barras, no Paraná, como nos escritórios em São Paulo (SP) e Brasília (DF), com foco na área de enzimas e micro-organismos.

Pioneiros no segmento, desde 1925, a Novozymes está entre as 100 empresas mais inovadoras do mundo, e também a melhor empregadora, em nível global, na área científica, conforme a revista americana Science Magazine, considerando, exclusivamente, indústrias dos segmentos de biotecnologia, farmacêutico, químicos e similares e está entre as principais Melhores Empresas para se trabalhar no Brasil, contando com uma equipe que criou, implantou e aplica, no dia a dia, quatro principais valores que norteiam o trabalho da companhia no país: ouse liderar, confie para ganhar confiança, conecte-se para criar e libere a paixão.

A paixão pela bioinovação está no DNA da Novozymes. A companhia conquistou, no final de 2016, mais um importante reconhecimento, se classificando na 9ª posição na lista “Change the World”, elaborada pela revista Fortune que destacou as 50 empresas que apresentaram atividades com importante impacto social ou ambiental por seus projetos que cooperam para impactar de forma positiva o mundo.

Sendo líder mundial em bioinovação, a Novozymes produz enzimas e micro-organismos que ajudam as indústrias a tornarem seus produtos mais sustentáveis e administrarem da melhor maneira os recursos naturais. Com isso, a empresa ajudou a economizar, em 2016, cerca de 60 milhões de toneladas em emissões de gás carbônico e dióxido de carbono, contribuindo para a redução da produção de resíduos e a emissão de gases de efeito estufa. A economia alcançada equivale a retirada de cerca de 30 milhões de carros das estradas.

A empresa se prepara constantemente para atender aos grandes desafios da atualidade, como a necessidade de ampliar a produção de alimentos, de tornar a agricultura mais sustentável, investir em energia renovável e deixar a água e o ar mais limpos, por isso, a Novozymes reinveste, anualmente, cerca de 14% do faturamento total em pesquisa e desenvolvimento, com trabalhos que primam pela manutenção do meio ambiente por meio da integração de práticas sustentáveis.

No segmento de biosoluções, a multinacional é referência na produção de enzimas que otimizam o processo de produção de biocombustíveis que podem reduzir em até 130% as emissões de gazes, gerando, assim, menor impacto ambiental.

Graças à biotecnologia, a Novozymes consegue desenvolver soluções sustentáveis para a fabricação de insumos para toda uma gama da cadeia produtiva, indo do setor de produtos alimentícios, têxteis, limpeza, além de tratamento de água, pois o uso de enzimas atua como um catalizador natural em reações químicas. A companhia oferece um portfólio com mais de 700 produtos.

A Novozymes é uma grande apoiadora e multiplicadora dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Os ODS têm foco em cinco Ps – pessoas, planeta, prosperidade, paz e parcerias – para que a humanidade chegue a 2030 com desenvolvimento sustentável. Caso contrário, serão necessários três planetas Terra para atenderem os atuais padrões de consumo em menos de 35 anos. Em uma iniciativa inédita, a companhia decidiu em 2015 traçar como meta educar, até 2020, um milhão de pessoas sobre o potencial da Biologia, foi então que a equipe da Novozymes Latin America desenvolveu seu primeiro livro-aplicativo, chamado Frritt-Flacc, em parceria com a StoryMax e com o SESI, que trata da diferença social e mesquinhez, traçando uma ponte entre a indiferença humana de todos os tempos e o flagelo da pobreza nos dias de hoje, com foco em um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que é a erradicação da pobreza, tendo como base texto do escritor Júlio Verne.

Ainda em 2016, o segundo livro-aplicativo, chamado “As Ostras”, do russo Anton Tcheckov, foi lançado para estimular o leitor a refletir sobre a erradicação da fome e como a Biologia pode contribuir com esse objetivo. No primeiro trimestre de 2017, chega o terceiro livro-aplicativo, abordando a obra do inglês John Ruskin, com “O Rei do Rio de Ouro”, tratando do tema água limpa e saneamento.

Todos aplicativos são gratuitos e já vêm com três traduções de especialistas em literatura e educação – em português, inglês e espanhol.

A Novozymes trabalha diariamente para manter um canal informativo e de disseminação de informações sobre Biologia, Bioinovação e Sustentabilidade, chamado Bioblog (www.bioblog.com.br) direcionado aos mais diversos públicos.

Quer fazer um comentário?