28-09-2017

Novozymes Argentina: Biossoluções para uma cadeia produtiva mais sustentável

Tanto a unidade de Pilar, na Argentina, como a de Quatro Barras, no Brasil, colocam a Novozymes como uma das principais empresas no segmento Microrganismos para Agricultura.

 Curitiba, 28/09/2017 – A Novozymes, líder mundial em biotecnologia, no início de 2011, incorporou a empresa Nitragin (EMD/Merck Crop BioScience), na Argentina, que passou a ser a base operacional da empresa na cidade de Pilar com uma unidade fabril focada na produção de microrganismos para a agricultura.

A unidade da Novozymes da cidade de Pilar é também responsável pela planta fabril localizada no Brasil, na cidade de Quatro Barras, no Paraná. Essa união representa um marco importante na construção do negócio da empresa na América Latina, dentro de soluções sustentáveis, pensadas para o desenvolvimento da bioagricultura.

Além da produção de soluções para agricultura, a Novozymes também tem uma forte presença na Argentina no segmento de combustíveis. Com uma força de vendas dedicada à comercialização de biossoluções para a produção de Etanol, a empresa é líder de mercado no país e referência na promoção de discussões acerca da sustentabilidade e combustíveis.

As plantas fabris BioAg da Novozymes, como a de Pilar, desenvolvem tecnologias biológicas que são soluções naturais para diversos setores produtivos, como é o caso da agricultura, com o foco em melhorar a saúde e o crescimento das plantas, combater doenças em áreas de cultivo, como milho e soja, por exemplo. O mercado global de biossoluções está crescendo, uma vez que as demandas atuais necessitam de soluções sustentáveis e de menor impacto ao meio ambiente.

As biossoluções agrícolas são um dos mais expressivos nichos de atuação da Novozymes, que divide a área em Biofertilidade, Biocontrole e aprimoramento de Bioiplante. Os produtos de Biofertilidade ajudam as plantas a absorver mais nutrientes, os produtos de controle biológico ajudam as plantas a combater as pragas e as doenças, e os produtos de aprimoramento apoiam a saúde das plantas. Esses produtos permitem que a cadeia produtiva otimize o uso de fertilizantes, aumentando os rendimentos, reduzindo gastos e ao mesmo tempo protegendo o meio ambiente.

Tanto a unidade de Pilar, na Argentina, como a de Quatro Barras, no Brasil, coloca a Novozymes como uma das principais empresas no segmento. Elas são indústrias preparadas para atender aos grandes desafios da atualidade, como a necessidade de ampliar a produção de alimentos, de tornar a agricultura mais sustentável, investir em energia renovável e deixar a água e o ar mais limpos, por isso, a Novozymes reinveste, anualmente, cerca de 14% do faturamento total em pesquisa e desenvolvimento, com trabalhos que primam pela manutenção do meio ambiente por meio da integração de práticas sustentáveis.

Quer fazer um comentário?