Sustentabilidade

Mudanças climáticas vão reduzir a produção de cevada e de cervejas no mundo

O agravamento das mudanças climáticas, causados pelos seres humanos, deve provocar o declínio nos rendimentos das colheitas de cevada, matéria-prima fundamental para aquela sua deliciosa cerveja.

Secas e calor concomitante, dois grandes problemas causados pelas mudanças climáticas, podem ainda trazer mais uma preocupação: o fim dos estoques globais de cerveja. É o que publicou a BBC sobre um estudo divulgado pela revista científica Nature Plants. Conforme as publicações, o agravamento das mudanças climáticas, causados pelos seres humanos, deve provocar o declínio nos rendimentos das colheitas de cevada, matéria-prima fundamental para aquela sua deliciosa “cerva” nos fins de semana.

Entre os dados divulgados estão uma redução para 17% nas colheitas, o que fará, em pouco tempo, com que o preço da cerveja dobre ou triplique para o consumidor final em diversas partes do mundo.

Os pesquisadores alegam que as mudanças climáticas não vão atingir somente a cevada, mas, também, outras culturas, como batatas, arroz, milho, entre outras. No cenário considerado no estudo, num futuro próximo, considerando os níveis atuais de queima de combustíveis fósseis e emissão de dióxido de carbono, nos locais onde mais se cultivam a cevada, como Canadá, algumas regiões da Europa e Austrália, além de parte da Ásia, vão sofrer muito com o impacto das secas e ondas de calor. Já Bélgica, Dinamarca, Polônia e Canadá devem aumentar drasticamente os preços da cerveja. Nesse cenário, conforme os pesquisadores, um pacote de seis cervejas, comuns, podem chegar a custar o equivalente a US$ 20 (75 Reais).

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *