13-09-2016

Mudanças climáticas: como evitar

As consequências das mudanças climáticas são inúmeras e impactam diretamente na biodiversidade e no ecossistema.

A mudança climática é popularmente mais conhecida como o aquecimento global que acontece devido ao aumento da temperatura média de nosso planeta. E, embora períodos de intenso aquecimento e de refrigeração rigorosa também sejam comuns à história da Terra, o que mais preocupa os especialistas é o fato de que o processo de aquecimento nunca foi tão rápido como atualmente.

Mas, por que a temperatura do planeta vem aumentando?

Seja por fatores naturais, seja pela intervenção antrópica, fato é que as alterações que vêm ocorrendo no clima da Terra é algo a ser discutido e freado. As razões principais que viabilizam as mudanças climáticas são, a saber:

  • O aumento da emissão de gases nocivos na atmosfera provenientes da queima de combustíveis fósseis, de modo a formarem uma camada de poluentes que dificultam ou impossibilitam a sua dispersão, ocasionando o chamado efeito estufa. O efeito estufa age diretamente no aumento da temperatura terrestre, uma vez que, parte significativa dos gases que ali se acumulam, captam a radiação solar e a devolve para a Terra.
  • O desmatamento e a queimada de florestas, feitos indiscriminadamente não somente destroem a fauna e a flora na Terra, mas, fazem com que o sol atinja o solo e irradie calor na atmosfera, com uma camada de poluentes bloqueando a dispersão do calor. A consequência é o aumento da temperatura global em larga proporção.

E, ainda que as consequências das mudanças climáticas sejam diversas e muito mais complexas do que se pode imaginar, verdade é que elas sempre atingirão ao homem e que seus danos são irreversíveis em longo prazo. Assim, entre os principais problemas advindos do aquecimento global estão o degelo; o aumento do nível dos oceanos, a irregularidade do regime de secas e de cheias, tempestades, furacões, o processo de desertificação em algumas regiões; inundações; secas rigorosas e impacto direto na biodiversidade e no ecossistema, bem como a disseminação de malária, esquistossomose e febre amarela. Regiões como a Antártida, o Ártico e a Groenlândia, por exemplo, têm sofrido consideravelmente como os efeitos do aquecimento global: com camadas de gelo cada vez mais finas e com a redução da zona de gelo. A estimativa é que o nível dos oceanos aumente em até sete metros, uma vez que é neles que as águas derretidas deságuam. O desequilíbrio é ambiental e social: espécies marinhas estão ameaçadas, bem como a migração de populações costeiras para outras regiões é imensurável.

Desde o início do período industrial, o planeta já está um grau Celsius mais quente, o que demonstra a ação intensa e devastadora das mudanças climáticas no decorrer dos tempos. Medidas referentes à amenização da quantidade de gases poluentes que são lançados na atmosfera e são responsáveis pelo aumento do efeito estufa incluem, para as grandes empresas, por exemplo:

  • Prática de rodízios veiculares nas grandes cidades, em favor da redução de gás carbônico que é lançado na atmosfera;
  • Preferência pelos combustíveis naturais aos fósseis;
  • Adoção de embalagens ecológicas que contenham menos plástico em sua composição, logo menos gases que são produzidos em sua fabricação;
  • Atenção às matérias-primas advindas de fontes sustentáveis, optando-se por elas em pequena e grande escala;
  • Engajamento na redução do desmatamento de florestas e por menos queimadas nas matas, entre outras medidas.

Vale ressaltar que, em 2015, foi aprovado um conjunto de medidas anteriormente acordadas entre vários países, cujo propósito é o de reduzir a emissão de gás carbônico a partir de 2020. O chamado Acordo de Paris requer que os países envolvidos se esforcem em medidas que controlem o aumento da temperatura global; de infraestrutura em favor de práticas de sustentabilidade e de procedimentos que visem o bem-estar do planeta e da natureza.

2 comments

  1. que texto claro, elucidativo e consciente.

    Responder
    1. Bom dia! Ficamos felizes em saber que o conteúdo agradou!

      Responder

Quer fazer um comentário?