Alimentos e Bebidas

Kombucha: um reforço para a sua imunidade

Além de saboroso o kombucha traz benefícios à saúde, principalmente em relação à flora intestinal e à desintoxicação do organismo

Para entender o que é e como surgiu o kombucha, acesse os outros posts que fizemos sobre ele aqui no BioBlog!

Kombucha: um chá, um refrigerante ou um probiótico?

Kombucha: uma bebida tão antiga quanto o vinho

Como já explicado aqui no blog, produtos com probióticos contém em sua composição bactérias que são importantes para a manutenção do nosso sistema digestivo e proteção do nosso organismo contra doenças infecciosas. A presença desses probióticos no kombucha se deve ao processo de fermentação e permite que a sua ingestão ajude a repor nossa flora intestinal, ou seja, o complexo de microrganismos que vivem no nosso intestino e que são importantes para o bom funcionamento desse órgão e para reforçar o sistema imunológico no combate às infecções. Além disso, o “Journal of Medicinal Food” afirmou que o kombucha é tão benéfico para a saúde devido a outras quatro propriedades:

O consumo do kombucha ajuda a repor a flora intestinal.
Trilhões de bactérias estão presentes no nosso intestino, mantendo o equilíbrio do que chamamos de microbiota ou flora intestinal. Imagem: Pixabay
  • Antioxidação: As reações químicas que ocorrem durante a fermentação formam diversos produtos e, dentre eles, estão as vitaminas B e C e os carotenoides, substâncias altamente antioxidantes por protegerem o organismo de danos celulares, doenças inflamatórias e tumores;
  • Aumento da imunidade: O kombucha possui alto teor de ácido ascórbico, a famosa vitamina C. Ela atua no aumento da produção de glóbulos brancos e anticorpos, moléculas importantes do nosso sistema imunológico no combate aos microrganismos e outros agentes estranhos que podem nos causar problemas de saúde;
  • Desintoxicação: O ácido glucurônico presente na bebida é responsável por agir nos mecanismos de desintoxicação das nossas células. As moléculas lipossolúveis, incapazes de serem eliminadas na urina ou bile, reagem com essa substância dentro do fígado e só então podem ser excretadas;
  • Energia: O consumo do kombucha aumenta a produção de hemoglobinas e, consequentemente, o transporte de oxigênio para os tecidos. Além disso, os microrganismos estimulam a absorção de ferro diminuindo o risco de anemia.

Outro benefício curioso do kombucha é que seus probióticos podem ajudar a combater a infecção causada pela bactéria H. pylori que provoca gastrite (inflamação no estômago), úlceras e até câncer de estômago. Além disso, a bebida possui teofilina, uma substância bronco dilatadora usada na prevenção e tratamento de doenças como asma e bronquite crônica. Apesar de todos esses benefícios, nada em excesso é bom, certo? Portanto, o ideal é procurar um médico e perguntar a ele quanto de kombucha você pode tomar por dia.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *