Sustentabilidade

Estabelecimentos comerciais do RJ vão abolir as sacolas plásticas

A lei tem o objetivo de estimular a conscientização em torno do grave problema da poluição com sacolas plásticas

A partir deste mês de junho, os estabelecimentos comerciais do Rio de Janeiro precisam abolir as sacolas plásticas. A partir de novembro, acaba também o prazo para as microempresas. É o que determina a Lei 8.006/2018, que prevê a substituição das sacolinhas tradicionais por sacos biodegradáveis ou reutilizáveis, mais resistentes e confeccionados com materiais provenientes de fontes renováveis.

As sacolas reutilizáveis deverão ter resistência de 4 a 10 quilos e ser compostas por, no mínimo, 51% de material renovável, como o bioplástico produzido a partir de cana-de-açúcar ou milho. Os sacos deverão ser confeccionados em duas cores: verde, para resíduos recicláveis, e cinza, para outros rejeitos, com a finalidade de ajudar o consumidor a separar o lixo e facilitar a coleta seletiva.

Segundo informações da Agência Brasil, a lei tem o objetivo de estimular a conscientização em torno do grave problema da poluição com sacos plásticos.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *