17-02-2017

Economia de Baixo Carbono: vantagens para a vida no planeta

Diminuir a poluição, aquecimento global e efeito estufa são benefícios da adoção da Economia de Baixo Carbono, o que resulta na melhora da qualidade de vida e reduz os impactos ambientais.

Práticas que visam diminuir o impacto negativo no meio ambiente são sempre bem-vindas e uma delas é a Economia de Baixo Carbono, que tem sido a base para o desenvolvimento de iniciativas para a eliminação de gases de efeito estufa e outros problemas resultantes de processos industriais no mundo todo.

Medidas sustentáveis

O termo Economia de Baixo Carbono pode ser definido como medidas que empresas e países devem utilizar em seus processos de produção, com o objetivo de diminuir o impacto energético e emissão de gases de efeito estufa (dióxido de carbono, metano e clorofluorcarbono). Essas ações devem ser feitas com base na sustentabilidade. O conceito de Economia de Energia nasceu nas conferências da Organização das Nações Unidas (ONU), a partir de 1988 e um dos seus mais importantes acordos nesse sentido é o Protocolo de Quioto.

Vantagens da Economia de Baixo Carbono

A Economia de Baixo Carbono pode melhorar a qualidade de vida do planeta, pois com a adoção dessa prática haverá menos poluição, aquecimento global e efeito estufa, contribuindo também para a melhora da saúde das pessoas, pois problemas respiratórios e outras doenças poderão ser evitados. O uso e exploração dos recursos naturais também será menor, o que, no campo econômico, traduz-se em redução de gastos com matéria-prima e mais independência energética.

Medidas para reduzir a emissão de efeito estufa

Os países podem investir mais em pesquisas nas áreas da Biologia ou Biotecnologia que facilitem o desenvolvimento de soluções sustentáveis, além disso, devem incentivar a coleta seletiva e cooperativa de materiais recicláveis. Podem, ainda, buscar vias para a utilização da biomassa para obter energia. Soluções com vistas a reutilizar a água também são necessárias.

Sustentabilidade e autossuficiência

Enquanto as indústrias podem utilizar enzimas para otimizar seus processos de fabricação, a bioenergia ou energia alternativa (solar ou eólica) também pode trazer mais economia. A multinacional dinamarquesa Novozymes, referência mundial em sustentabilidade, realiza pesquisas diárias com o intuito de melhorar o meio ambiente e reduzir os impactos ambientais.

A Novozymes dispõe de biosoluções para a agricultura e vários setores da indústria. Descubra mais conteúdos sobre Biologia e meio ambiente no Bioblog: https://www.bioblog.com.br/.

Quer fazer um comentário?