Sustentabilidade

Campanha Mares Limpos chega ao segundo ano com 100 mil apoiadores

Criada em 2017, a campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, chega ao seu segundo ano com mais de 100 mil apoiadores

 Criada em 2017, a campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, chega ao seu segundo ano com mais de 100 mil apoiadores e continua inspirado governos, empresas e cidadãos a se engajar na luta contra os plásticos descartáveis, que ameaçam a saúde dos oceanos, da vida marinha e dos próprios seres humanos.

Setenta e cinco países aderiram à iniciativa, comprometendo-se a combater os plásticos descartáveis, proteger suas águas territoriais e encorajar mais reciclagem. Compromissos junto à campanha cobrem mais de 60% dos litorais do mundo.

A América Latina e o Caribe estiveram na linha de frente desse movimento global, e o Equador está entre os 17 países da região que aderiram à campanha Mares Limpos.

“Os países e cidadãos da América Latina e Caribe estão dando passos ousados e exemplares para acabar com a poluição plástica e proteger os seus vulneráveis recursos marinhos”, afirma o diretor regional da ONU Meio Ambiente na América Latina e Caribe, Leo Heileman.

Para as espécies raras das Ilhas Galápagos, a cerca de 960 km da costa do Equador, essa é uma questão de vida ou morte. “Nós vimos pelicanos, iguanas e leões marinhos presos em sacolas, redes e cordas de plástico”, conta Jorge Carrión, diretor do Parque Nacional de Galápagos. “Quando o plástico se decompõe em microplásticos, pode entrar na cadeia alimentar: os peixes o comem e aí o consumo humano pode ser afetado”.

As autoridades das ilhas introduziram leis para proibir itens de plástico descartável, como canudos e sacolas. Voluntários e pescadores ajudaram a limpar praias remotas enquanto serviços de gestão de resíduos foram reforçados. Muito do lixo que que vai parar nas Galápagos vem de outros países, o que ilustra a necessidade de uma mobilização global contra o plástico descartável.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *