Sala de Imprensa

Bionergia e Alimentos & Bebidas impulsionam resultados positivos da Novozymes em 2018

Em 2019, a empresa espera aumentar as vendas organicamente entre 3 e 6%.

Curitiba, fevereiro de 2019 – O setor de Alimentos & Bebidas proporcionou um crescimento sólido e abrangente, organicamente, de 5%, para a Novozymes em 2018. Tanto os mercados emergentes, quanto os desenvolvidos, apresentaram crescimento no ano passado em comparação com 2017. O setor foi um dos mais representativos no último ano. As bebidas se destacaram, juntamente com um progresso significativo em alimentação e nutrição. As atuais soluções da Novozymes para alimentos e bebidas mantiveram seu bom momento, apoiadas por crescentes tendências de conscientização sobre a saúde entre os consumidores.

Já as vendas para o setor de Bioenergia cresceram 12% organicamente em comparação a 2017. O forte crescimento das enzimas para biocombustíveis convencionais se manteve estável durante todo o ano, impulsionado por amplas ofertas de tecnologia e soluções sob medida produzidas pela Novozymes.

Peder Holk Nielsen, Presidente e CEO da Novozymes, comenta os resultados. “Tivemos um 2018 satisfatório, alinhados com os parâmetros das perspectivas do começo do ano. Isso é bom considerando o impacto negativo dos mercados do Oriente Médio. Em 2019, esperamos aumentar as vendas organicamente entre 3 e 6%. O crescimento vem da inovação e aumento da penetração no mercado, particularmente nos mercados emergentes. Novas soluções para alimentos e leveduras para a Bioenergia, farão fortes contribuições para a nossa linha de produtos – e tornarão o mundo mais sustentável. Embora a perspectiva reflita incertezas, nossa expectativa para 2019 é positiva”.

Vendas por região

No balanço geral, as vendas orgânicas da Novozymes cresceram 4% em 2018, em comparação com 2017. As vendas para os mercados emergentes cresceram organicamente 5% e 3% nos mercados desenvolvidos. O crescimento nos mercados emergentes resultou tanto da Ásia-Pacífico, quanto da América Latina, onde o setor de Household Care e Bioenergia, em particular, tiveram um bom desempenho. Alimentos e Bebidas também registraram um sólido crescimento na América Latina durante todo o ano.

Na América Latina, em especial, o crescimento orgânico das vendas da Novozymes foi de 6% em 2018 em comparação com 2017, impulsionado pela Bioenergia e Alimentos e Bebidas, enquanto o setor de Household Care registrou o menor crescimento.

A empresa espera um crescimento orgânicos nas vendas de 3-6% para 2019, apoiado por uma forte inovação e maior penetração no mercado, especialmente nas regiões emergentes.

 Sustentabilidade

A Novozymes introduziu metas anuais de sustentabilidade até que as novas metas de longo prazo fossem estabelecidas. A meta para 2018 era diminuir o consumo absoluto de água e energia e as emissões de CO2 a uma taxa menor do que o crescimento das vendas orgânicas. A empresa atingiu a maior parte das metas fixadas para o ano.

A empresa continua comprometida em melhorar, continuamente, o desempenho de sustentabilidade das suas operações e cadeia de suprimentos. Melhorar o desempenho da sustentabilidade é uma tarefa de longo prazo. Para 2019, a proposta é continuar com as metas anuais para manter e reduzir o consumo de recursos e emissões de CO2 mais baixos do que o crescimento orgânico das vendas, uma meta alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e com o Acordo de Paris, visando a redução das mudanças climáticas.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *