Cuidados Domésticos

Aventureiro? Confira como curtir todos os momentos e ainda conseguir limpar suas roupas

Você sabia que tem um jeito certo de lavar suas roupas da trilha e mantê-las limpas e sem manchas?

Quem gosta de se aventurar por trilhas, montanhas e matas encara muita lama. E isso não impede de usar roupas brancas. Isso mesmo! Roupas brancas na ida, mas, na volta, matos, lama, areia e muitos suspiros para poder deixar as peças limpinhas depois, das meias, à calça e camisetas, nada sai ileso de uma aventura daquelas.

E nós fizemos um teste. Apostamos em uma aventureira de mão cheia para testar o processo de limpeza após uma longa caminhada. Angela Fey, Relações Públicas, corredora inveterada e amante de desafios fez uma trip para subir uma montanha especial, a havaiana-brasileira, Morro da Cruz. Para chegar lá, muita lama, já que o terreno virou um grande escorregador.

Essa é a imagem da calça após o desafio. Composta de 96% Nylon e 4% elastano, geralmente, esse modelo seria mais fácil de limpar, mas, assim como uma grande parte da população, a Angela assume que não dedica muito tempo ao processo de lavar roupas e mesmo amando suas roupas de trilha, este caso não foi diferente. “Chegando em casa, eu fiz o que a maior parte das pessoas faz depois de uma trilha, dormi”, lembra. No outro dia, pela manhã, começou a árdua tarefa da limpeza. “Tirei a minha linda e suja calça da sacola e deixei ela de molho apenas com água (em temperatura ambiente, ambiente de Curitiba né) e detergente enzimático (usei Omo Sports Líquido). Ficou de molho por umas 2h (enquanto eu arrumava as outras coisas). Depois disso eu tirei a calça do balde, dei uma torcida nela e passei uma água para retirar o grosso da terra e evitar sujar mais as outras roupas que eu iria colocar na máquina”, conta.

Ela lembra que colocou a calça com várias outras roupas de academia no ciclo normal da máquina de lavar, que é econômico. Tirando da máquina a calça ficou assim, como a imagem ao lado, mostra. Para uma montanhista, mesmo com pequenas marcas no bolso de trás e nos joelhos, ela ficou feliz com o resultado. Mas ela foi atrás de dicas, com a equipe técnica de Household Care para dar dicas aos aventureiros de como lavar corretamente as roupas pós-aventuras enlameadas. Confira:

– Primeiro você deve deixar um pouco de detergente enzimático direto sob a mancha por alguns minutos e então lavar a área. O ato de deixar de molho ajuda, mas, deixar o detergente direto na mancha agindo por um período é muito mais eficaz, essa é a dica principal de Cheila Cavanholi, especialista técnica da Novozymes.

– O detergente em contato direto com a mancha permite às enzimas uma atuação mais rápida e eficaz, do que quando diluído em água ou com outros produtos (tem gente que deixa a roupa de molho com álcool, tira manchas, detergente e muitos outros produtos mas um detergente enzimático resolve mais fácil sem danificar o tecido).

– Outra dica é usar um sabão em barra com enzimas, especialmente na mancha de grama. Grama é, em essencial, uma proteína que reage bem à protease do sabão em barra com enzima.

Angela Fey ainda nos conta mais uma curiosidade: “eu fiz o processo que não seria o mais eficiente, que é o mesmo que muita gente faz. A pergunta que me fiz é que parece que as manchas ficam mais fortes depois que você lava uma vez em um processo inadequado, isso procede?”

Cheila, a especialista, respondeu essa dúvida também. “Depende de com que você lavou. Se lavou uma mancha de sangue com um produto que tenha peróxido (tira manchas líquido, por exemplo) e a mancha não saiu, isso quer dizer que a mancha oxidou e a enzima não vai mais conseguir remover. Por isso é sempre importante estar atento às indicações de lavagem da roupa e ao produto que está em uso”, comenta.

E você: é aventureiro e quer conhecer mais dicas sobre como lavar suas roupas das trilhas? Mande sua dúvida pra gente!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *