Sustentabilidade

Abelhas e meio ambiente: a importância da polinização

Segundo a ONU, as abelhas, junto a outros insetos e animais, são responsáveis pela polinização de mais de 75% das principais culturas alimentares do planeta

 No primeiro post da série “Abelhas e Meio Ambiente”, falamos sobre a forma como a sociedade das abelhas de organiza. Se você não viu, clique no link aqui em baixo antes de entender a importância da polinização para o planeta!

Abelhas e meio ambiente: como elas se organizam em sociedade?

Polinização vem da palavra pólen (do grego “pales” = farinha ou pó) que, quando coletado e armazenado pelas abelhas nos favos, é chamado de pão de abelha. O pólen é produzido no androceu das flores, ou seja, no órgão reprodutor masculino, mais especificamente nos sacos polínicos das anteras encontradas na parte superior dos estames. O processo de polinização consiste na liberação do pólen dos sacos polínicos e de seu transporte e deposição no estigma (faz parte do gineceu, órgão reprodutor feminino) de outra flor. Em condições favoráveis esse pólen irá germinar, iniciando o processo de fecundação e, posteriormente, uma nova semente será produzida.

Existem dois tipos de agentes polinizadores, ou seja, os responsáveis por carregar o pólen de uma flor à outra: os agentes abióticos e os bióticos. O vento e a água são exemplos de agentes abióticos e, apesar de serem responsáveis por uma parcela da polinização, são os agentes bióticos os protagonistas da história. Insetos, pássaros, morcegos e até o próprio homem são agentes polinizadores bióticos e as cores vibrantes das flores e seus aromas característicos servem para justamente atraí-los.

Mas, de todos os exemplos citados, o principal agente polinizador, responsável pela polinização de dois terços das plantações e 85% das flores de todo o planeta, são as abelhas, elas são mais eficazes já que o pólen é sua principal fonte de alimento e da qual depende a perpetuação das suas espécies. Como explicado anteriormente, a polinização é o primeiro passo para o processo de reprodução da maioria das plantas e de seus frutos e cerca de 30% do que comemos hoje (pode ser mais se você for vegetariano 😊), é proveniente da polinização feita pelas abelhas, ou seja, uma em cada três garfadas do nosso almoço só é possível porque elas ainda existem.

É por isso que existe uma preocupação acerca da proteção das abelhas e das tentativas de evitar sua extinção. Fatores como enfraquecimento das espécies nativas que possuem melhores condições para a polinização causado pela inserção de espécies mais resistentes àquele ambiente, o uso intensivo de agrotóxicos que contribui para o aumento da mortalidade de abelhas e outros insetos polinizadores e até mesmo o medo da ferroada dessas abelhas, levando à destruição de muitas colmeias, contribuem para a redução do número de indivíduos de espécies tão importantes para a polinização.

Exemplos de atitudes que podem ajudar você a proteger as abelhas são:

  • Cuidar das flores do seu jardim para que elas sirvam de alimento para as abelhas e para que elas possam exercer sua função de polinizadores;
  • Optar pelo consumo de alimentos orgânicos que não são cultivados à base de agrotóxicos que levam à morte de muitas abelhas;
  • Evitar matar as abelhas, afinal elas usam o ferrão apenas para proteger a si mesmas e suas companheiras e evitar também destruir as colmeias. Existem pessoas alérgicas à picada de abelhas então, nesses casos, deve-se contatar a prefeitura, o corpo de bombeiros ou até mesmo algum apicultor da região para remover a colmeia de modo a proteger as pessoas e as abelhas.

As abelhas são tão importantes que até ganharam uma data comemorativa: dia 20 de maio, comemora-se o Dia Mundial das Abelhas, estabelecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 2018 em homenagem a Anton Janša, esloveno nascido no século XVIII que foi pioneiro na criação e uso de técnicas modernas de apicultura. No Brasil, o Dia Nacional das Abelhas é comemorado em 3 de outubro.

E aí, gostou? No próximo post da série “Abelhas e meio ambiente”, vamos falar sobre as lições que as abelhas podem nos dar sobre trabalho em equipe!

Depois de deixar seu like, queremos saber se você já tem alguma atitude que ajuda a proteger as abelhas, então conta pra gente nos comentários!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *