BioenergiaSustentabilidade

Abastecer com etanol: mitos e verdades

etanol-abastecer

Mais de 90% dos carros produzidos no Brasil já saem das fábricas com motores especialmente adaptados para utilizar esse combustível

São tantas informações à disposição do consumidor, mas sempre bate aquela dúvida sobre o que é melhor usar para abastecer o carro: gasolina ou etanol? Em tempos em que todos precisamos economizar, é ainda mais interessante conhecer as vantagens para o motor e também para o bolso.

Para o bolso a conta é simples. Basta dividir o valor do etanol pelo da gasolina. Se o resultado for até 0,7 a dica é encher o tanque com o etanol. Mas se não gosta de fazer contas já existe uma calculadora na internet que faz isso por você, no Cálculo Exato. No site da Agência Nacional de Petróleo – ANP você pode conferir o preço do combustível, atualizados e por região, para fazer render ainda mais o seu dinheiro.

No caso do motor, diversos veículos têm melhor rendimento quando usamos etanol. A eficiência energética dos carros é acompanhada pelo Inmetro desde 2005, já na montadora, fazendo a classificação desses veículos que, além de mais econômicos, também emitem menor quantidade de gases no meio ambiente com seus motores preparados para o uso do álcool. No site também é possível conferir os dados de consumo do seu automóvel, com gasolina e etanol, na estrada e na cidade.

O uso do etanol gera ainda outras inúmeras vantagens, uma delas, é a emissão de até 25% menos agentes poluentes do que a gasolina, por ser uma alternativa limpa e renovável, ao contrário da gasolina, que é derivada do petróleo, um recurso mineral mais poluente que é finito, portanto, um dia pode se esgotar. O biocombustível já tem sido misturado à gasolina para ajudar o país na redução de emissão de gases poluentes. Em 2016, essa taxa era de 26%, ou seja, 26% de cada litro de gasolina é, na verdade, etanol. Desde março deste ano, passa a valer também a Lei 13.263/2016, que autoriza o aumento dos percentuais de adição obrigatória, em volume, de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final, nos postos de combustível. Hoje, a quantidade de álcool adicionada à gasolina é de 27%.

Um dos mitos que circulam entre nós é que o motor do carro fica menos eficiente quando usamos etanol. Não é verdade. Mais de 90% dos carros produzidos no Brasil já saem das fábricas com motores especialmente adaptados para utilizar esse combustível, os chamados flex, que foram criados para usar o etanol. Mas se o veículo é mais antigo e não adaptado para isso, o uso pode ser maior e o desgaste do equipamento irá acontecer mais rápido.

Outro mito é de que o etanol é desvantajoso em relação a gasolina, por seu preço e também para a maior eficiência do motor. O Inmetro, na tabela que já falamos acima, mostra o passo a passo dessa análise para cada tipo e modelo de carro produzido no Brasil. O álcool confere mais potência ao motor, fazendo com que o automóvel ganhe força de arranque e velocidade final, por isso mesmo, diversos carros de corrida já usam esse combustível, como na Fórmula Indy e até mesmo a Ferrari, na Fórmula 1, já usa etanol de 2 geração.

Entre as verdades atribuídas ao etanol, nenhuma é questionável. Ele é uma fonte renovável, reduz o impacto no meio ambiente, produz menos gases nocivos, reduz o aquecimento global, é solúvel em água, reduzindo o impacto ambiental, além de ser um produto agrícola, o que promove a produtividade de diversos setores no Brasil.

A Novozymes, reconhecida mundialmente pela qualidade das suas enzimas industriais, possui soluções biológicas que contribuem para maximizar a produção e redução de insumos durante o processo produtivo das biorrefinarias. Confira aqui no Bioblog.

Tags:

2 comentários

  1. Eu particularmente tenho minhas duvidas sobre o etanol, vamos pensar um pouco, se o etanol fosse realmente o que dizem porque os tratores, caminhões, ônibus e colheitadeiras não são a etanol? Porque o etanol é subsidiado pelo Governo Federal? Porque nem um outro pais usa etanol? Porque escondem a quantidade de litros por tonelada de cana? Tudo isso eu nuca achei respostas. sou pessoa comum aqui em baixo pede Site não tenho. Gostaria de participar deste Site mas meu tempo é bem curtinho e minhas opiniões são bem contraditória porque sou Mecânico, Técnico em Eletrônica tenho um bom Laboratório e faço minhas próprias experiências. “O petróleo é renovável ele nunca acaba isso eu posso até provar se ele acabar a terra já era!” Gostaria que Respondessem minhas PERGUNTAS que anda estão se respostas.

    1. Bom dia José, agradecemos sua participação!
      Vou tentar responder por partes o que eu tenho de informação, ok?
      Sobre o uso de etanol em tratores, caminhões, ônibus e colheidadeiras: em resumo o seu ponto é quanto ao uso de etanol em veículos pesados e a tecnologia já existe para alguns veículos, por exemplo, na Europa pelo menos mil veículos da Scania já rodam com etanol (fonte: UNICA). O que as empresase e entidades buscam é como tornar esta tecnologia cada dia mais acessível.
      A quantidade de litros de etanol produzido por tonelada de cana não é escondid, a UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) divulga esta informação. O ponto chave é que cada processo de produção de etanol a partir da cana pode gerar mais ou menos etanol por tonelada e é difícil padronizar um número tendo em vista os inúmeros processos que acontecem no país. O mesmo acontece com a especificação da quantidade de etanol produzida por tonelada de milho ou até mesmo a quantidade de um determinado produto produzido por hectare, varia muito de processo a processo.
      Não entendemos a frase entre aspas (“”), seria essa uma afirmação sua? O que podemos afirmar é que o Petróleo sim é gerado a partir de um processo natural e que ele vai continuar existindo, a grande questão quando falamos de fonte fóssil “não renovável” é que a quantidade de petróleo que a humanidade está consumindo é muito maior do que a capacidade da Terra em manter as reservas, por isso a dependência de uma fonte fóssil como essa para a geração de energia é um perigo para o mundo. Somamos a isso o alto índice de emissão de gases de efeito estufa de combustíveis fósseis, altamente poluentes e que contribuem para o aquecimento global.
      A gente ficaria feliz em conhecer mais a sua opinião, questionamentos feitos de forma construtiva são sempre bem-vindos! Esperamos que possa interagir mais conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *