Outros

A comunicação das plantas: uma internet em baixo da terra!

Internet de fungos

Descubra como a relação entre raízes de árvores e fungos cria uma verdadeira internet, uma rede de comunicação em baixo dos nossos pés!

A internet que temos hoje, ao alcance da palma da mão, nos possibilita realizar coisas incríveis. Podemos interagir com pessoas de outra parte do mundo, aprendendo sobre o que está acontecendo com elas, enquanto passamos rapidamente a informação do que acontece conosco. Podemos nos ajudar, ou, em caso de crimes cibernéticos, algumas pessoas usam desta rede como uma forma de prejudicar outros. Algo impressionante, somente possível com nossa tecnologia, certo?

Errado! A natureza já faz algo muito parecido com a nossa internet, muito antes de quando conseguimos desenvolve-la, por causa da relação simbiótica entre as raízes de plantas e árvores com os fungos que ali se desenvolvem. Já se sabia que os micélios, uma massa de fios que constituem a estrutura da maioria dos fungos, trazem benefícios únicos para as plantas que habitam, por melhorar sua absorção por nutrientes. Mas agora, pesquisadores estão descobrindo que esses benefícios não param por aí: os micélios dos fungos são responsáveis por fazer a ligação entre diversas raízes de plantas, formando algo como uma rede de internet subterrânea.

Por essa rede, ao invés de ficar somente paradas e crescendo sozinhas, as árvores e plantas se comunicam em sua própria maneira. Árvores com uma alta concentração de nutrientes podem compartilhar parte disto com árvores mais novas e fracas. Se uma planta foi atacada por alguma praga, ou infectada por alguma doença, ela pode enviar um composto químico por entre os micélios com característica de uma mensagem de “perigo” as plantas mais próximas, que já estarão preparadas para se defender.

Mas, assim como na nossa internet virtual, algumas plantas cometem suas próprias variações de crimes “cibernéticos”. Segundo pesquisadores, algumas plantas que não produzem o suficiente de energia que precisam por fotossíntese usam desta rede para “roubar” nutriente de plantas nas proximidades, prejudicando seu desenvolvimento. Isso acaba causando quase uma “briga virtual”, onde as plantas prejudicadas liberam toxinas no intuito de combater as plantas ladras.

A internet de fungos e plantas possui várias similaridades com a nossa, assim como nos ensina que nenhum organismo se desenvolve, de fato, sozinho. Uma lição da natureza, de como a relação e a conexão entre as várias espécies, leva a um desenvolvimento sustentável mais efetivo!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *